Dono dos Patriots doa anel da NFL para ajudar na luta contra coronavírus

AFP
O dono do New England Patriots, Robert Kraft, ergue o troféu do Super Bowl depois da vitória de sua equipe por 34-28 contra o Atlanta Falcons
O dono do New England Patriots, Robert Kraft, ergue o troféu do Super Bowl depois da vitória de sua equipe por 34-28 contra o Atlanta Falcons

O dono do New England Patriots, Robert Kraft, doou um de seus seis anéis de campeão da Liga Americana de Futebol Americano (NFL) para um leilão com o objetivo de ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus.

"Eu tenho pensado muito nos funcionários da linha de frente, nos médicos, enfermeiros, equipes de apoio. Meu coração está com todos eles", disse Kraft em um vídeo no site da iniciativa "All in Challenge". Então eu me perguntei "o que eu poderia fazer que fosse especial?".

Kraft disse que, depois de semanas de reflexão, decidiu doar o anel de diamante que os Patriots de Tom Brady conquistaram no Super Bowl de 2017, no qual perdiam por 28-3 e conseguiram uma virada espetacular para alcançar uma vitória de 38-24 na prorrogação.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Pensei no que está acontecendo agora e queria dar algo de extremo valor (...) o anel mostra como viramos", disse ele.

A "All in Challenge" está arrecadando fundos para organizações que doam alimentos durante a pandemia nos Estados Unidos, incluindo a World Central Kitchen e a No Kid Hungry.

Na segunda-feira à tarde, a oferta mais alta pelo anel dos Patriots foi de 650 mil dólares.

Outro participante do "All in Challenge" foi o ex-jogador inglês de futebol David Beckham, que em abril leiloou a chance de jogar contra ele e outros jogadores do time americano Inter Miami, do qual é co-proprietário.

Nos Estados Unidos, mais de 1,3 milhão de pessoas foram infectadas e mais de 79.000 morreram durante a pandemia de COVID-19, segundo a contagem da Universidade Johns Hopkins.

Leia também