Dono da 'Patada Atômica', Rivellino completa 75 anos; Relembre como surgiu o apelido

LANCE!
·1 minuto de leitura


Ídolo do Corinthians e do Fluminense, Roberto Rivellino está completando 75 anos nesta sexta-feira. O craque, que recebeu mensagens de feliz aniversário dos dois clubes nas redes sociais, foi um dos principais jogadores da Seleção Brasileira, na conquista do tricampeonato mundial em 1970, no México, onde recebeu o apelido de "Patada Atômica". Em homenagem a Rivellino, o LANCE! relembra o surgimento do apelido, contado por ele em junho de 2020.

>> Veja a classificação do Campeonato Inglês

- Essa história começou lá (no México). Durante a preparação, estávamos treinando forte, e eu trabalhando a finalização. E aí começou aquele destaque para o meu chute, para a força que eu conseguia colocar na bola e criaram a Patada Atômica. Não sei nem quem falou, mas foi lá. Tem até uma foto que ficou famosa, onde o fotógrafo, com extrema felicidade, conseguiu mostrar o exato momento em que a bola fazia a curva. E a bola parecia um ovo, era o ovo de Páscoa do Rivellino. A partir daí surgiu a Patada Atômica e ficou - contou Rivellino à equipe da CBF no especial de comemoração aos 50 anos do tri.

Rivellino é considerado por muitos um dos melhores jogadores da história do futebol. Inclusive, o ex-craque argentino Diego Maradona, que faleceu em novembro, afirmou em uma oportunidade que o dono da "Patada Atômica" era seu ídolo de infância.