Dono da Crefisa diz se arrepender de ter emprestado dinheiro para contratações do Palmeiras

·1 min de leitura


José Roberto Lamacchia, dono da Crefisa e marido de Leila Pereira, conselheira e candidata única à presidência do Palmeiras, decidiu que não emprestará nem mais um centavo ao Palmeiras. Vai cumprir o contrato de patrocínio. A declaração foi feito ao jornalista Paulo Vinícius Coelho, o PVC, em sua coluna na Folha de São Paulo.

Pogba pode deixar o United, Real Madrid vai atrás de “novo” Haaland, Duílio abre as portas do CT para Paulinho… O Dia do Mercado!

Segundo o empresário, o empréstimo concedido para efetuar contratações, principalmente em 2017, não deveria ter sido feito por conta da multa produzida, que gira em torno de R$ 30 milhões. À época, o aporte chegou à casa dos R$ 170 milhões. 'Eu me arrependi dessa operação'.

O dono da Crefisa garantiu à reportagem da Folha que Leila fará a gestão mais transparente da história do Palmeiras e, ciente que a renovação do contrato de patrocínio já está assinada, não vê qualquer problema a respeito de conflito de interesses.

Veja a tabela completa do Brasileirão

Segundo o dono da Crefisa, há ainda uma dívida de R$ 130 milhões por causa dos aportes para a contratação de jogadores, antes nomeados como propriedades de marketing, mas agora estabelecido como empréstimos por conta da multa aplicada pela Receita Federal. Lamacchia, no entanto, vê facilidade para o Verdão quitar esse débito.

Veja no aplicativo do LANCE! o resultado dos jogos da rodada

- Sempre foi empréstimo e o que pagamos em um ano ao Palmeiras dá para pagar tudo. Já colocamos mais de R$ 1 bilhão no clube, entre patrocínios e prêmios - finalizou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos