Dono da 777 Partners lembra encontro com Roberto Dinamite: 'Lenda dentro e fora de campo'

Josh Wander encontrou com Roberto Dinamite em São Januário (Divulgação/Vasco)


Com profundo pesar, a família 777 Partners recebeu a notícia do falecimento de Carlos Roberto de Oliveira, o nosso eterno Roberto Dinamite, um dos maiores goleadores do futebol brasileiro em todos os tempos e símbolo da vitoriosa história do Club de Regatas Vasco da Gama.

Vasco e Dinamite se complementam. O eterno ídolo é o maior artilheiro da história do cruz-maltino, com 708 gols marcados, e também o jogador que mais vezes vestiu a camisa vascaína: 1.110. E a grandeza de seus números não para por aí: nosso camisa 9 foi quem mais fez gols em São Januário, onde colocou 184 bolas na rede, além de ser o maior artilheiro do Campeonato Estadual, com 279 gols.

- Roberto Dinamite foi uma lenda dentro e fora de campo e um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro. Foi uma verdadeira honra para mim pessoalmente ter a oportunidade de conhecer Roberto e passar um tempo com ele. Nos encontramos pela primeira vez dentro de São Januário, onde ele nos mostrou cada cantinho daquele espaço sagrado, que considerava sua casa. Conversamos muitas vezes no ano passado sobre suas esperanças para o futuro do Vasco e fomos abençoados por ter seu apoio quando o 777 se tornou parte da família Vasco. A sua paixão por este clube e esta comunidade sempre foi evidente, e serei eternamente grato pela forma como nos recebeu calorosamente. Todos nós da 777 estendemos nossas mais profundas condolências à sua família e a todos os torcedores que o estimavam - lembrou Josh Wander, fundador e sócio-diretor da 777 Partners.

Luiz Mello, CEO do Vasco, lamentou a perda e ressaltou o legado deixado pelo eterno ídolo.

- Roberto foi um ídolo, um ícone do futebol brasileiro, do povo brasileiro. Muitas pessoas se chamam Roberto em virtude do que ele fez em campo e também do que ele fez como pessoa. Tive a honra de conhecer ele e a família. Nesse momento de dor, mando um abraço para todos familiares, sabendo que Roberto deixou um legado que tem que ser respeitado por todos jogadores, torcedores e profissionais que respiram o Gigante da Colina - disse o CEO da SAF.

Portanto, neste momento de dor e reflexão, pedimos licença para agradecer a você, Roberto, por cada gol, por cada título, por cada explosão de alegria e por cada grito de "campeão" que proporcionou a todos nós, torcedores vascaínos.