Dominick Reyes planeja uma homenagem a Kobe Bryant no UFC 247

AgFight

No último domingo (26), o mundo ficou abalado com a notícia da morte trágica do ex-jogador de basquete, Kobe Bryant, em um acidente de helicóptero. Após isso, o astro dos Los Angeles Lakers passou por uma série de homenagens de personalidades esportivas e no MMA não foi diferente. Quem destacou a importância do atleta foi Dominick Reyes, que no dia 8 de fevereiro, encara Jon Jones pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) do Ultimate.

Em conversa com jornalistas, o desafiante ao título destacou que Kobe sempre foi uma de suas inspirações na carreira. O americano destacou a ‘Mamba Mentality’, uma marca registrada do ex-armador dos Lakers, por sempre acreditar nele e buscar seus sonhos. Segundo Reyes, essa postura o levou até essa situação de disputar o cinturão.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

“Nunca admirei nenhum outro atleta além de Kobe Bryant. A mentalidade dele de ‘ninguém vai acreditar em você, além de você’, eu usei isso ao longo da minha vida. Eu fiz isso na minha universidade. Estou aqui nessa filosofia. Ninguém vai acreditar em você além de você. Ninguém vai trabalhar para você. Trabalhe quando as luzes estiverem apagadas, trabalhe quando ninguém estiver olhando. É isso que importa. É isso que faz de você um campeão. Ganhar é tudo. Tudo isso é uma grande parte do motivo de eu estar aqui hoje”, destacou o lutador, em trecho transcrito pelo site ‘MMA Junkie’.

Por considerar Bryant um ídolo, Dominick pretende prestar uma homenagem a ele durante a semana do UFC 247 e não descartou algo especial caso conquiste o título. O lutador adiantou que tem a ideia de usar a camisa do ex-jogador de basquete, mas ainda precisa saber se a organização vai permitir, pois teria um choque de patrocinadores diferentes.

“Gostaria de usar a camisa dele ao longo da semana, mas não sei se a Reebok ficaria muito animada com isso. Veremos. Mas, definitivamente, (se eu) ganhar este cinturão, ele com certeza estará no meu coração e na minha mente”, adiantou.

Invicto após 12 combates no MMA profissional, Dominick Reyes conquistou metade de seus triunfos como atleta do plantel do UFC. O desafiante vem de vitória sobre Chris Weidman – ex-campeão peso-médio (84 kg) da organização – que fazia sua estreia nos meio-pesados, em outubro de 2019. Já Jon Jones fez sua última defesa de cinturão em julho do ano passado, quando derrotou por decisão dividida o brasileiro Thiago ‘Marreta’.

Leia também