Dome não repete dupla de zaga há 9 jogos, e Flamengo encara o Athletico-PR por vaga com o setor pressionado

Lazlo Dalfovo
·4 minuto de leitura


Não é novidade que o Flamengo tem sofrido para consolidar o sistema defensivo após a saída de Pablo Marí, sobretudo por Gustavo Henrique e Léo Pereira, contratados no início do ano, ainda não renderem o esperado. E, no último jogo, a fragilidade do setor foi escancarada, após goleada sofrida por 4 a 1, contra o São Paulo, no Maracanã, pelo Brasileiro. E as constantes mudanças na zaga, seja por desgaste, lesão ou até convocação à Seleção, podem explicar os números alarmantes. Não há repetição da dupla de zaga há nove jogos, e, para o duelo desta quarta contra o Athletico, por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o técnico Domènec Torrent pode promover nova mudança.

A última vez em que o treinador repetiu a formação da zaga, ou seja, em jogos consecutivos, foi para os confrontos diante de Independiente Del Valle (em vitória por 4 a 0 e pela 5ª rodada da fase de grupos da Libertadores) e Athletico-PR (em vitória por 3 a 1 e pela 13ª rodada do Brasileirão). Nas ocasiões, Gabriel Noga e Natan, ambos crias do Ninho do Urubu, foram titulares, dias 30 de setembro e 4 de outubro, respectivamente.

Até aqui, na Era Dome, em 24 partidas, foram oito duplas de zaga diferentes. A mais utilizada, em sete partidas, é Rodrigo Caio-Léo Pereira, que não é possível, atualmente, por conta da lesão do camisa 3 - cortado, inclusive, da lista de Tite para os jogos das Eliminatórias deste mês.

Rodrigo Caio - Flamengo
Rodrigo Caio - Flamengo

Rodrigo Caio ainda não pode atuar (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Já a segunda dupla mais utilizada é a que foi a campo no último domingo, composta por Gustavo Henrique e Natan. Ambos falharam, principalmente o camisa 2. Léo Pereira entrou no decorrer da partida, na vaga da promessa revelada pelo Fla. Sem Rodrigo Caio, incontestável, a concorrência parece estar mais aberta do que nunca, ainda em busca de uma formação ideal.

Após o último jogo, aliás, Domènec Torrent não se mostrou propenso a debater as falhas do sistema defensivo e se mostrou impaciente.

- Agora, se fala de Rodrigo Caio (lesionado). Houve erros individuais na defesa e no ataque. Hoje (contra o São Paulo), jogamos mal. Aqui só se fala do resultado. Perdeu são ruins, ganhou são todos bons. Tem de analisar - falou o catalão, em entrevista coletiva.

Noga e Natan
Noga e Natan

Noga e Natan jogaram juntos duas vezes (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

O PRÓXIMO JOGO

No Brasileiro, o Flamengo encerrou o primeiro turno com a defesa mais vazada dentre os clubes do G6 e pior que três clubes do Z4 (Red Bull Bragantino, Athletico-PR e Coritiba).

Na luta pelo equilíbrio da equipe, seja dando um novo voto de confiança a Gustavo Henrique-Natan ou alterando novamente o miolo de zaga, Dome precisa levantar o ânimo do grupo já para o jogo desta quarta-feira, que será uma decisão O duelo da vez é contra o Athletico-PR, às 21h30, e valerá pela volta das oitavas da Copa do Brasil, no Maracanã. Na ida, o Flamengo venceu por 1 a 0 e, por isso, joga por um empate.

TODAS AS DUPLAS UTILIZADAS

Flamengo 0 x 1 Atlético-MG (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Atlético-GO 3 x 0 Flamengo (Brasileiro) - Léo Pereira e Gustavo Henrique
Coritiba 0 x 1 Flamengo (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Flamengo 1 x 1 Grêmio (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Flamengo 1 x 1 Botafogo (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Santos 0 x 1 Flamengo (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Gustavo Henrique
Bahia 3 x 5 Flamengo (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Flamengo 2 x 1 Fortaleza (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Gustavo Henrique
Fluminense 1 x 2 Flamengo (Brasileiro) - Rodrigo Caio e Gustavo Henrique
Ceará 2 x 0 Flamengo (Brasileiro) - Léo Pereira e Gustavo Henrique
Del Valle 5 x 0 Flamengo (Libertadores) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Barcelona 1 x 2 Flamengo (Libertadores) - Rodrigo Caio e Léo Pereira
Palmeiras 1 x 1 Flamengo (Brasileiro) - Natan e Otávio
Flamengo 4 x 0 Del Valle (Libertadores) - Natan e Noga
Flamengo 3 x 1 Athletico-PR (Brasileiro) - Natan e Noga
Flamengo 3 x 0 Sport (Brasileiro) - Natan e Gustavo Henrique
Vasco 1 x 2 Flamengo (Brasileiro) - Léo Pereira e Gustavo Henrique
Flamengo 2 x 1 Goiás (Brasileiro) - Natan e Gustavo Henrique
Flamengo 1 x 1 Red Bull Bragantino (Brasileiro) - Léo Pereira e Thuler
Corinthians 1 x 5 Flamengo (Brasileiro) - Natan e Gustavo Henrique
Flamengo 3 x 1 Junior Barranquilla (Libertadores) - Léo Pereira e Thuler
Internacional 2 x 2 Flamengo (Brasileiro) - Natan e Gustavo Henrique
Athletico-PR 0 x 1 Flamengo (Copa do Brasil) - Noga e Léo Pereira
Flamengo 1 x 4 São Paulo (Brasileiro) - Natan e Gustavo Henrique

AS DUPLAS MAIS UTILIZADAS

Rodrigo Caio e Léo Pereira - 7 jogos
Natan e Gustavo Henrique - 5 jogos
Gustavo Henrique e Léo Pereira - 3 jogos
Rodrigo Caio e Gustavo Henrique - 3 jogos
Noga e Natan - 2 jogos
Thuler e Léo Pereira - 2 jogos
Natan e Otávio - 1 jogo
Noga e Léo Pereira - 1 jogo