Dono da Dolly cogita fechar fábrica na Zona Franca de Manaus após redução de incentivo

Yahoo Finanças
Divulgação
Divulgação

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Dono da marca, Laerte Codonho, estuda se mantém indústria de concentrados de refrigerantes na Zona Franca de Manaus após redução de incentivo.

  • Outra alternativa é a extinção da operação após a redução do incentivo ao setor na Zona Franca, que expirou na virada do ano.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A marca de refrigerantes Dolly faz as contas para saber se haverá viabilidade de manter sua indústria de concentrados de refrigerantes em Manaus. Outra alternativa é a extinção da operação após a redução do incentivo ao setor na Zona Franca, que expirou na virada do ano.

A informação, publicada pelo jornal Folha de S.Paulo, foi confirmada pelo dono da empresa, Laerte Codonho.

Leia também

“Isso estava sendo negociado, mas foi uma surpresa. Espero que haja uma reacomodação, um acordo que dê mais uns anos. Mantemos uma operação no meio da selva para ter o benefício fiscal”, declarou.

“A partir do momento em que se corta isso, todos se questionarão se vale a pena”, concluiu o empresário.

Leia também