Dois membros do Conselho Fiscal do Santos pedem afastamento

·1 minuto de leitura


Dois dos cinco membros do Conselho Fiscal do Santos, Norberto Gonçalves e Daniel Brant, pediram afastamento do cargo no último mês com alegações de problemas de saúde e incompatibilidade de agenda.

Norberto solicitou o afastamento no dia nove de abril e não participou da relatoria do parecer do Conselho Fiscal sobre as contas de 2020. Já Daniel pediu afastamento nesta quarta-feira.

Nos bastidores do clube há rumores de que ambos foram ameaçados após a divulgação do relatório sobre a gestão de 2020, que apontou diversas irregularidades no clube. As contas de 2020 foram reprovadas pelo Conselho Deliberativo em reunião realizada no dia 19 de abril.

- Estes foram os motivos aparentados por eles e respeito. O que posso falar é que nós, os membros remanescentes, estamos firmes e fortes. Não cedemos à pressões - afirmou José Eduardo de Abreu Lopes, presidente do Conselho Fiscal.

Novos membros serão escolhidos, em breve, por Celso Janete, presidente do Conselho Deliberativo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos