Dois jogadores do Salzburg são suspensos por três meses por doping

·1 minuto de leitura
Sekou Koita (à esq.) enfrenta David Alaba, do Bayern de Munique, em um jogo da Champions League no ano passado

Dois jogadores do Red Bull Salzburg, que também jogam pela seleção do Mali, foram suspensos por três meses depois de apresentarem resultados positivos em um teste antidoping realizado pela Uefa no dia 22 de novembro, anunciou o clube austríaco nesta quinta-feira.

"A suspensão tem efeito imediato e afeta os jogos de clubes e seleções", segundo um comunicado publicado pouco antes do início dos jogos de ida dos 16-avos de final da Liga Europa, contra o Villarreal.

"A Uefa considerou que não houve intenção de violar as regras de doping, mas elas estipulam que cada jogador tem a responsabilidade de garantir que não ingira nenhuma substância proibida", explicou o clube.

O meia Mohamed Camara e o atacante Sekou Koita, ambos de 21 anos, disseram que a equipe médica que trabalha para a seleção do Mali administrou um medicamento contra os efeitos da altitude para jogar uma partida pelas eliminatórias da Copa Africana de Nações.

"Este médico foi suspenso pela Federação de Futebol do Mali", disse RB Salzburg.

Essa partida foi disputada no dia 17 de novembro, contra a Namíbia, e o Mali conseguiu se classificar para a próxima edição da Copa da África. O jogo aconteceu em Windhoek, a cerca de 1.700 metros de altitude.

Em uma carta postada no Twitter, Sekou Koita disse estar "triste" com a suspensão, mas "aliviado por ver que a Uefa ouviu e levou em consideração todos os elementos do caso".

anb/dr/mcd/aam