Dois jogadores nascidos no Brasil têm primeira convocação para seleção italiana

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Mario Balotelli
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

ROMA (Reuters) - Mario Balotelli foi convocado para a seleção italiana pela primeira vez desde 2018 nesta segunda-feira, com o atacante do Adana Demirspor se juntando a sete jogadores que nunca defenderam a campeã europeia no grupo de 35 homens para um período de treinos feita pelo técnico Roberto Mancini.

João Pedro, do Cagliari, e Luiz Felipe, da Lazio, nascidos no Brasil, ganharam suas primeiras convocações.

Eles se juntam a cinco jovens que ainda não defenderam a Itália: o goleiro da Cremonese, Marco Carnesecchi, o defensor da Atalanta, Giorgio Scalvini, e os meias Davide Frattesi, Samuele Ricci e Nicolo Fagioli, de Sassuolo, Empoli e Cremonese, respectivamente.

Balotelli, que trabalhou com Mancini no começo da sua carreira na Internazionale e no Manchester City, não aparece na seleção nacional desde setembro de 2018.

Mas o jogador de 31 anos ganhou a chance para os três dias de treinos desta semana após marcar oito gols em 18 partidas pela liga, ajudando a levar o Adana Demirspor ao quarto lugar no Campeonato Turco.

Será uma das últimas oportunidades para Mancini reunir seus jogadores antes da semifinal da repescagem das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo contra a Macedônia do Norte em 24 de março. O vencedor desse jogo enfrentará Portugal ou Turquia por um lugar no Catar.

Balotelli tem 14 gols em 36 jogos pelo seu país, mas atuou apenas três vezes pela seleção desde a Copa do Mundo de 2014.

(Reportagem de Alasdair Mackenzie)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos