Djokovic vence em Wimbledon e iguala recorde de títulos de Grand Slams

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Novak Djokovic posa para foto ao lado do troféu de Wimbledon após conquistar o Grand Slam britânico em Londres
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

LONDRES (Reuters) - O tenista número um do mundo, Novak Djokovic, derrotou o italiano sétimo cabeça-de-chave Matteo Berrettini por 6-7(4), 6-4, 6-4 e 6-3 neste domingo para conquistar seu sexto título em Wimbledon.

O terceiro triunfo seguido no All England Club também deu ao sérvio seu 20º troféu de um torneio de Grand Slam, igualando o recorde detido atualmente pelo suíço Roger Federer e pelo espanhol Rafael Nadal.

Após vencer o Aberto da Austrália e Roland Garros neste ano, Djokovic completou a terceira etapa rumo à conquista do Slam de Ouro. Nunca um homem conquistou no mesmo ano os quatro títulos de Grand Slam e a medalha de ouro na Olimpíada.

O tenista de 34 anos, que chegou à final com um histórico de duas vitórias nas duas partidas em que enfrentou Berrettini, abriu vantagem de 5-2 no primeiro set com uma quebra de serviço no início, mas viu o italiano se recuperar e empatar o set para vencê-lo no tie-break.

Foi apenas o segundo set que Djokovic perdeu nos torneios que disputou neste ano. Ele reagiu abrindo 4-0 na segunda série antes de empatar a partida.

Uma única quebra de serviço bastou para vencer o terceiro set e duas foram necessárias para fechar o quarto e a partida, diante de uma barulhenta Quadra Central, que gritava o nome do azarão italiano.

Djokovic colocou seu nome no livro dos recordes no terceiro match point, quando um slice de backhand de Berrettini ficou na rede.

(Reportagem de Sudipto Ganguly)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos