Djokovic vence em Wimbledon e iguala recorde de títulos de Grand Slams

·1 min de leitura
Novak Djokovic posa para foto ao lado do troféu de Wimbledon após conquistar o Grand Slam britânico em Londres

LONDRES (Reuters) - O tenista número um do mundo, Novak Djokovic, derrotou o italiano sétimo cabeça-de-chave Matteo Berrettini por 6-7(4), 6-4, 6-4 e 6-3 neste domingo para conquistar seu sexto título em Wimbledon.

O terceiro triunfo seguido no All England Club também deu ao sérvio seu 20º troféu de um torneio de Grand Slam, igualando o recorde detido atualmente pelo suíço Roger Federer e pelo espanhol Rafael Nadal.

Após vencer o Aberto da Austrália e Roland Garros neste ano, Djokovic completou a terceira etapa rumo à conquista do Slam de Ouro. Nunca um homem conquistou no mesmo ano os quatro títulos de Grand Slam e a medalha de ouro na Olimpíada.

O tenista de 34 anos, que chegou à final com um histórico de duas vitórias nas duas partidas em que enfrentou Berrettini, abriu vantagem de 5-2 no primeiro set com uma quebra de serviço no início, mas viu o italiano se recuperar e empatar o set para vencê-lo no tie-break.

Foi apenas o segundo set que Djokovic perdeu nos torneios que disputou neste ano. Ele reagiu abrindo 4-0 na segunda série antes de empatar a partida.

Uma única quebra de serviço bastou para vencer o terceiro set e duas foram necessárias para fechar o quarto e a partida, diante de uma barulhenta Quadra Central, que gritava o nome do azarão italiano.

Djokovic colocou seu nome no livro dos recordes no terceiro match point, quando um slice de backhand de Berrettini ficou na rede.

(Reportagem de Sudipto Ganguly)