Federer vai às oitavas em Roland Garros, Nadal e Djokovic também avançam

·6 minuto de leitura

O suíço Roger Federer, número 8 do mundo, se classificou para as oitavas de final em Roland Garros após uma maratona de quatro sets contra o alemão Dominik Koepfer (59º), que terminou em uma quadra central vazia após a meia-noite de sábado em Paris.

Federer, campeão do Grand Slam parisiense em 2009, que provavelmente vive sua última participação em Porte d'Auteil, derrotou o alemão por 7-6 (7/5), 6-7 (3/7), 7-6 (7/4), 7-5 em um jogo de 3 horas e 35 minutos, que foi disputado sem público por causa do toque de recolher estabelecido na França para combater a disseminação do coronavírus.

O suíço, que em breve fará 40 anos e que não jogava um Grand Slam há 16 meses, enfrentará o italiano Matteo Berrettini por uma vaga nas quartas de final.

Federer, com 20 títulos de Grand Slam em seu currículo, está tentando recuperar seu melhor nível depois de uma operação dupla no joelho direito em 2020.

Mais cedo, o espanhol Rafael Nadal, nº 3 do mundo e em busca de seu 14º título em Roland Garros e 21º de Grand Slams, também avançou às oitavas de final em Paris depois de derrotar em pouco mais de duas horas e em três sets consecutivos o britânico Cameron Norrie (45º).

Nadal conquistou assim sua 103ª vitória no saibro parisiense com uma vitória de 6-3, 6-3 e 6-3 na quadra de Suzanne-Lenglen.

O maiorquino de 35 anos disputará uma vaga nas quartas de final contra o jovem italiano Jannik Sinner (19º), tenista a quem já eliminou na mesma fase na edição de 2020 de Roland Garros.

Este ano eles se encontraram na segunda rodada do Masters 1000 em Roma, e o espanhol venceu por 7-5 e 6-4 a caminho de seu 10º título na capital italiana.

Nadal, que ainda não cedeu nenhum set nesta edição de Roland Garros, se classificou pela 16ª vez na carreira às oitavas de final de seu torneio preferido, um recorde.

Neste sábado, o rei do saibro cometeu 29 erros não forçados que evitaram que a partida fosse resolvida com ainda mais facilidade.

"Em alguns momentos eu joguei um bom tênis, em outros pude fazer melhor, mas consegui vencer em três sets e isso é importante", declarou Nadal assim que a partida terminou.

"Ele está jogando a melhor temporada da carreira dele, olhei para ele, está em 13º no ranking da temporada. Mas encontrei uma maneira de avançar", disse ele.

Nadal venceu o primeiro set com folga depois de ter quebrado o serviço do adversário quando estava 3-2 e sem que seu serviço fosse ameaçado.

O segundo set foi menos ortodoxo: Norrie venceu o primeiro game com seu saque, mas então os dois jogadores alternaram quebras de saque. Com 3-1 para Norrie, Nadal reagiu ao emendar cinco games consecutivos e levar o set.

E o terceiro foi de mão única. Norrie que não teve a menor oportunidade de quebrar. Nadal desperdiçou um match point no serviço o britânico, mas não perdeu sua primeira oportunidade quando sacou.

- Djokovic atropela Berankis -

Mais cedo, Novak Djokovic venceu com tranquilidade o lituano Ricardas Berankis (93º) por 6-1, 6-4 e 6-1 em 1 hora e 32 minutos na quadra Philippe-Chatrier e assim se classificou para as oitavas de final.

"Pode ter parecido fácil, mas não foi. Estava menos quente hoje do que quinta-feira, então a bola quicou menos. Mas eu soube me adaptar", resumiu o número 1 do mundo.

O sérvio, finalista no ano passado, chegou às oitavas na capital francesa pela décima segunda vez consecutiva, o que representa um recorde na era Open (desde 1968).

Rafael Nadal e Roger Federer pararam em onze presenças consecutivas nas oitavas de final em Roland Garros, entre 2005 e 2015.

Aos 34 anos, Djokovic luta pelo 19º troféu de Grand Slam para ficar a um título do recorde que atualmente é dividido entre Rafael Nadal e Roger Federer.

Para isso terá que vencer a jovem promessa italiana Lorenzo Musetti (76º), de 19 anos, na segunda-feira.

Musetti derrotou seu compatriota Marco Cecchinato (83º) por 3-6, 6-4, 6-3, 3-6 e 6-3.

O jovem, 76º do mundo, torna-se assim o sexto tenista desde 2000 a alcançar a segunda semana de um 'major' já em sua estreia, depois de Hyung Taik-Lee (US Open em 2000), David Goffin (Roland Garros em 2012), Juan Ignacio Londero (Roland Garros em 2019), Daniel Altmaier (Roland Garros em 2020) e Aslan Karatsev (Australian Open em 2021).

"Já treinei com ele (Djokovic) algumas vezes, mas nunca o enfrentei. Então, obviamente, vai haver um pouco de tensão. Mas espero por esse tipo de duelo desde que era muito jovem por isso vou desfrutar disso", explicou Musetti em entrevista coletiva,

- Schwartzman avança -

O argentino Diego Schwartzman (10º do ranking da ATP) também se classificou para as oitavas neste sábado, fase que havia alcançado em Paris em duas outras ocasiões, após derrotar o veterano tenista alemão Philipp Kohlschreiber (132º) em três sets consecutivos .

'El Peque' precisou de pouco mais de duas horas para impor sua juventude (28 anos) e hierarquia contra os alemães (37 anos) na pista Suzanne-Lenglen sob o céu nublado da capital francesa, e como em seus dois compromissos anteriores (contra Yen-Hsun Lu e Aljaz Bedene) não desistiram de um único set; 6-4, 6-2, 6-1.

"Estou muito feliz por estar de volta, por voltar a jogar meu melhor tênis. No ano passado foi meu melhor torneio aqui, e poucas pessoas puderam vir. Estou muito feliz por jogar diante de muitas pessoas esta semana", disse ele após o jogo.

também neste sábado, o espanhol Carlos Alcaraz, jovem promessa de 18 anos (97º do ranking mundial), se despediu de sua primeira aventura em Roland Garros ao perder em três sets para o alemão Jan-Lennard Struff (43º) com parciais de 6-4, 7-6 (7/3) e 6-2 em duas horas e 16 minutos.

-- Resultados do 7º dia do torneio Roland Garros:

- Simples masculino (3ª fase):

Novak Djokovic (SRB/N.1) x Ricardas Berankis (LTU) 6-1, 6-4, 6-1

Lorenzo Musetti (ITA) x Marco Cecchinato (ITA) 3-6, 6-4, 6-3, 3-6, 6-3

Rafael Nadal (ESP/N.3) x Cameron Norrie (GBR) 6-3, 6-3, 6-3

Jannik Sinner (ITA/N.18) x Mikael Ymer (SWE) 6-1, 7-5, 6-3

Diego Schwartzman (ARG/N.10) x Philipp Kohlschreiber (ALE) 6-4, 6-2, 6-1

Jan-Lennard Struff (ALE) x Carlos Alcaraz (ESP) 6-4, 7-6 (7/3), 6-2

Matteo Berrettini (ITA/N.9) x Kwon Soon-woo (COR) 7-6 (8/6), 6-3, 6-4

Roger Federer (SUI/N.8) x Dominik Koepfer (ALE) 7-6 (7/5), 6-7 (3/7), 7-6 (7/4), 7-5

ig/chc/iga/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos