Djokovic sobrevive contra Hurkacz, vai à final em Paris e garante o Nº1

·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O sérvio Novak Djokovic, número 1 do mundo, conquistou uma virada dramática sobre o polonês Hubert Hurkacz, 10º, para se garantir na grande final do Masters de Paris-Bercy e assegurar assim, como Nº1 ao fim da temporada, batendo recorde.

Djokovic batalhou por 2h20 para fechar o placar em 3/6 6/0 7/6 (5) tendo disparado cinco aces contra 12 de Hurkacz, que venceu 70% dos pontos jogados com seu primeiro serviço e cometeu duas duplas-faltas diante de 75% de aproveitamento do sérvio, que cometeu três duplas-faltas na partida.

Na grande final, Djokovic aguarda pelo vencedor do duelo entre o russo Daniil Medvedev e o alemão Alexander Zverev.

Confirmado como número 1 do mundo ao fim da temporada 2021, Novak Djokovic tornou-se o primeiro homem a finalizar o ano como melhor do mundo em sete oportunidades. Com este recorde, Djokovic ultrapassa o americano Pete Sampras, que finalizou o ano como número 1 em seis temporadas.

O jogo

A partida teve um início bastante equilibrado, com os dois tenistas trabalhando bem com primeiro serviço e confirmando sem grandes sustos. Firme com backhand de devolução, Hurkacz começou vencer pontos no saque do sérvio e conquistou quebra primordial no 8º game e fechou a primeira parcial.

Com foto em ir à final e manter o Nº1, Djokovic entrou no segundo set acelerando com devolução, entrando em quadra, pressionando e assim, aplicou um pneu.

Hurkacz começou a sentir a pressão já no segundo set, passou a errar com frequência e viu o sérvio abrir 4/1 com quebra no 4º game, mas tomou a devolução da quebra no 7º game, viu o polonês salvar um match-point no 10º game e viu-se obrigado a disputar um tiebreak, definido em erro de Hurkacz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos