Djokovic passa sufoco, mas vai às quartas em Adelaide

Adelaide International


O sérvio Novak Djokovic, ex-número 1 e atual 5º, encontrou muitas dificuldades para superar o francês Quentin Halys, 64º, nas oitavas de final do ATP 250 de Adelaide 1, na Austrália. Djokovic busca vaga na semi conta o canadense Denis Shapovalov.

Principal favorito do torneio, Djokovic abriu a programação desta quinta-feira trabalhando mal com seu primeiro serviço e precisou lutar muito para superar o francês em 7/6 (7-3) 7/6 (7-5) após 1h57 de partida.

Trabalhando bem na devolução de saque no início da partida e tentando pressionar o sérvio, Halys abriu 3/0 com quebra no segundo set e salvando dois breakpoints no game seguinte. Firme, Halys foi mantendo a vantagem até que sacando para o set, com 5/3 no placar cometeu muitos erros e foi quebrado. Experiente, Djokovic levou a parcial para o tiebreak e foi mais consistente.


O jogo seguiu equilibrado na segunda etapa, que não apresentou quebras. Na partida inteira, Djokovic converteu 10 aces contra 11 de Halys e venceu 88% dos pontos jogados com seu primeiro serviço contra 81% de aproveitamento do francês, que precisou salvar dois match-points no 10 game e empurrar a partida para um segundo tiebreak. Nele, Djokovic foi menos errático.

grande luta. ele jogou como um top 10", elogiou a Halys o sérvio. "Ele estava sacando muito bem, batendo grande bolas e neste tipo de quadra rápida é um rival difícil de quebrar o saque, por isso, dois tiebreaks é um placar bastante realista para o jogo de hoje. Estou feliz de ter virado o desafio de hoje", completou.

Em busca de vaga na semifinal, o sérvio encara o canadense Denis Shapovalov, 18º, que vem de vitória sobre o russo Roman Safiulin 6/4 6/3.

Shapovalov e Djokovic já se enfrentaram sete vezes no circuito mundial e o sérvio levou a melhor em todos os confrontos.