Djokovic e Nadal estreiam com vitória no saibro em Monte Carlo

·2 minuto de leitura
O tenista espanhol Rafael Nadal durante a partida contra o argentino Federico Delbonis, pela segunda rodada do torneio de Monte Carlo

O sérvio Novak Djokovic, número 1 do ranking da ATP, e o espanhol Rafael Nadal estrearam com vitória na segunda rodada do Torneio de Monte Carlo, primeira competição no saibro na qual os dois tenistas participam nesta temporada.

Nadal, número 3 do mundo, que não participava de competições desde sua eliminação nas quartas de final do Aberto da Austrália em fevereiro, se classificou para as oitavas depois de derrotar facilmente o argentino Federico Delbonis (87º), por 6-1, 6-2, em 1 hora e 20 minutos.

"Fiz um jogo sólido. Nada de extraordinário, mas também nada ruim. Apenas um jogo sólido, uma boa estreia. Acho que fiz o que era necessário", comentou o espanhol ao fim do duelo.

Na próxima fase, Rafa Nadal, que busca o 12º título no saibro em Mônaco, enfrentará o búlgaro Grigor Dimitrov (17º), que derrotou o francês Jérémy Chardy.

- "Estou bem" -

"Sim, estou bem. Tenho treinado bem nestas últimas três ou quatro semanas e, sinceramente, me sinto bem. Posso ganhar, posso perder, posso jogar mais ou menos bem, mas física e mentalmente estou feliz por estar de volta ao circuito", afirmou o tenista da Espanha que estava há cerca de quatro meses com um problema nas costas.

Em Mônaco, a bolha sanitária imposta pela ATP aos jogadores parece menos rígida do que em outros torneios, e os participantes da competição que residem no Principado podem ficar em suas casas, desde que façam um teste anticovid diário e respeitem as regras impostas ao resto dos tenistas, confinados em um hotel oficial como Nadal.

Mas pelo menos no Principado é permitido sair uma hora por dia, independentemente do tempo passado no centro esportivo onde é disputada a competição.

"Não parece grande coisa, mas poder caminhar uma hora fora do hotel é uma grande diferença. Pelo menos você pode respirar ar fresco, mesmo que não possamos ir a um restaurante ou às lojas. Mentalmente ajuda, é uma melhoria", reconheceu Nadal.

Isso não significa que a covid-19 não possa causar estragos no circuito, como aconteceu com o russo Daniil Medvedev, número 2 do mundo, que testou positivo para o coronavírus na segunda-feira e, portanto, não pode participar de Monte Carlo.

"Não me preocupei porque apesar de ter treinado com ele, nunca cheguei perto", disse o espanhol.

"Sinto uma pena especial por ele. Nunca estive a quatro metros dele, exceto no final do dia, um momento para cumprimentá-lo", comentou Nadal.

- 'Djoko' recuperado de lesão -

Já o sérvio Novak Djokovic também dominou facilmente o promissor italiano Jannik Sinner (22º mundo), por 6-4, 6-2, em 1 hora e 34 minutos, em sua estreia na segunda rodada de Monte Carlo , onde retorna às quadras após a conquista do Aberto da Austrália em fevereiro.

O número um do mundo, visivelmente recuperado da lesão abdominal que o incomodava em Melbourne, enfrentará por uma vaga nas quartas de final o britânico Daniel Evans (33º), que bateu o polonês Hubert Hurkacz (16º).

ig/fbx/mcd/dr/lca