Dono da Force India é detido em Londres sob acusação de não pagar dívidas

Londres, 18 abr (EFE).- O empresário indiano Vijay Mallya, dono e diretor administrativo da equipe de Fórmula 1 Force India, foi detido nesta terça-feira em Londres sob acusação de fraude, informou a polícia metropolitana da capital do Reino Unido.

Em fevereiro, a Índia enviou uma petição formal para que o Reino Unido extraditasse o empresário, de 61 anos, em virtude de um tratado assinado entre os dois países.

As autoridades indianas alegam que Mallya não pagou cerca de 900 milhões de libras em dívidas relativas à quebra de um de seus antigos negócios, a companhia aérea Kingfisher Airlines, em 2013.

Em abril, Mallya teve seu passaporte retirado e recebeu uma ordem de prisão das autoridades indianas.

Está previsto que o empresário compareça ainda hoje a um tribunal britânico para prestar depoimento.

Em comunicado, um porta-voz da Scotland Yard informou que "os agentes da unidade de extradição da Polícia Metropolitana detiveram de manhã Vijay Mallya em virtude de uma ordem de extradição emitida pela Índia relacionada a acusações de fraude". EFE