Djokovic chega à semifinal do ATP Finals e pode enfrentar Nadal na final

Por Martyn Herman
·1 minuto de leitura
Novak Djokovic comemora vitória sobre Alexander Zverev no ATP Finals em Londres
Novak Djokovic comemora vitória sobre Alexander Zverev no ATP Finals em Londres

Por Martyn Herman

LONDRES (Reuters) - A edição de despedida do ATP Finals em Londres ainda pode ter a final dos sonhos, depois que o número um do mundo, Novak Djokovic, venceu Alexander Zverev por 6-3 e 7-6 (4) para garantir vaga entre os quatro melhores da competição nesta sexta-feira.

A derrota para o russo Daniil Medvedev deixou o cinco vezes campeão do torneio precisando de uma vitória sobre o alemão Zverev para evitar a eliminação na fase de grupos, e ele conseguiu um triunfo relativamente tranquilo.

"Ao contrário do que aconteceu contra o Daniil, encontrei os golpes certos no momento certo", afirmou o sérvio.

Djokovic terminará em segundo no Grupo Tóquio, batizado com o nome da primeira edição do torneio de encerramento da temporada há 50 anos. O número dois do mundo, o espanhol Rafael Nadal, ficou em segundo no Grupo Londres, o que evitou um confronto entre eles na semifinal.

O sérvio de 33 anos enfrentará o campeão do Aberto dos Estados Unidos, Dominic Thiem, na semifinal de sábado, quando Nadal encara Medvedev.

A final de domingo encerrará a memorável estada de 12 anos do torneio em Londres, antes de se mudar para Turim.

Djokovic tenta igualar o recorde de Roger Federer de seis títulos do ATP Finals, enquanto Nadal busca o primeiro.