Djokovic chama torcedores de bêbados no Aberto da Austrália

Sérvio se dirigiu ao árbitro de cadeira no quinto set indignado com gritos que vinham da arquibancada

Novak Djokovic mostrou irritação e pediu que torcedores fossem expulsos da arena na Austrália. Foto: Anthony Wallace/AFP via Getty Images
Novak Djokovic mostrou irritação e pediu que torcedores fossem expulsos da arena na Austrália. Foto: Anthony Wallace/AFP via Getty Images

Novak Djokovic já está na terceira rodada do Aberto da Austrália. O tenista sérvio venceu o francês Enzo Couacaud, 191º do ranking por 3 sets a 1, parciais de 6/1, 6/7, 6/2 e 6/0. O vencedor de 21 Grand Slams perdeu apenas um set e ficou bravo com a atitude de alguns torcedores.

Djokovic teve que se dirigir ao árbitro de cadeira no quinto set, quando estava vencendo por 2 a 0 e sacando com 40 a 30 a seu favor. Ele não aguentou os gritos que vinham de algum lugar da arquibancada.

Leia também:

"Você sabe quem ele é. Ele está bêbado. Ele veio me provocar", disse Djokovic. O árbitro de cadeira apontou que o torcedor tinha vindo assistir tênis, o que provocou uma resposta contundente de Novak: "Você já ouviu dez vezes, eu ouvi cinquenta. Ele não veio assistir tênis, está provocando desde o primeiro período. Expulse-o do estádio."

Enquanto Djokovic se dirigia ao árbitro de cadeira, a comoção continuou nas arquibancadas. As câmeras de TV mostraram três fãs, vestidos como o personagem dos quadrinhos Wally, gesticulando nas arquibancadas.

“Por que você não chama a segurança e eles os tiram do estádio?” Djokovic insistiu. Por fim, um segurança foi até onde estavam os três torcedores que acabaram saindo das arquibancadas e deixando a Rod Laver Arena.

Este incidente é o único ocorrido até hoje em torno de Novak Djokovic. Desde que chegou à Austrália, primeiro para jogar em Adelaide e depois no primeiro Grand Slam da temporada, ele sempre encontrou o apoio dos torcedores. Na época, Craig Tiley, diretor do torneio, já alertava que os espectadores que vaiassem ou mexessem com Djokovic seriam expulsos.