Djokovic cai nas quartas de final do torneio de Viena

·1 minuto de leitura
Novak Djokovic avançou à final de Roland Garros ao vencer o grego Stefanos Tsitsipas
Novak Djokovic avançou à final de Roland Garros ao vencer o grego Stefanos Tsitsipas

O tenista sérvio Novak Djokovic, número um do mundo, foi eliminado nesta sexta-feira nas quartas de final do torneio de Viena, ao ser derrotado pelo italiano Lorenzo Sonego (número 42 do ranking da ATP) por 6 a 2 e 6 a 1. 

“Joguei o melhor jogo da minha vida”, declarou Sonego. “Novak é o melhor (tenista) do mundo (...) Ele é incrível!”, comemorou. 

Esta é apenas a segunda derrota de Djokovic nesta temporada, após a sofrida diante do espanhol Rafael Nadal na final em Roland Garros, há três semanas. O sérvio também perdeu, mas por desclassificação no US Open. 

Djokovic não era superado por um jogador numa posição tão baixa no ranking da ATP há mais de dois anos. Foi em 2018, quando perdeu nas quartas de Roland Garros para outro italiano, Marco Cecchinato, então 72º colocado no mundo. 

Lorenzo Sonego também é um 'perdedor de sorte' (classificado na repescagem após derrota nas eliminatórias) neste evento na capital austríaca. 

Com este resultado em Viena, Djokovic desperdiçou nesta semana a chance de garantir matematicamente a posição de número um até o final da temporada, o que seria possível se conquistasse o título na Áustria. 

Sonego vai jogar nas semifinais contra o vencedor do duelo entre o britânico Daniel Evans (33º) e o búlgaro Grigor Dimitrov (20º). 

A outra surpresa do dia foi a derrota do russo Daniil Medvedev (6º do mundo) para o sul-africano Kevin Anderson (111º ), por 6-4 e 7-6 (7/5). 

Nas semifinais, Anderson enfrentará o russo Andrey Rublev (8º), que eliminou o número 3 do mundo Dominic Thiem, por 7-6 (7/5) e 6-2. 

O torneio de Viena é realizado em quadra dura e distribui 1.550.950 euros em prêmios.

dj/fbx/dr/lca