Djokovic avança rumo ao 10º título do Aberto da Austrália; brasileiros vão à final de duplas mistas

Novak Djokovic comemora durante partida do Aberto da Austrália

Por Shrivathsa Sridhar

MELBOURNE (Reuters) - Novak Djokovic continuou sua caminhada tranquila na busca pelo 10º título do Aberto da Austrália ao derrotar Andrey Rublev para chegar às semifinais nesta quarta-feira, enquanto a dupla brasileira Luisa Stefani e Rafael Matos se classificou para a decisão de duplas mistas do primeiro torneio do Grand Slam no ano.

O sérvio Djokovic, ainda usando uma faixa na coxa, mas parecendo em ótima forma, venceu por 6-1, 6-2 e 6-4 e enfrentará o norte-americano Tommy Paul.

"Eu classificaria isso como muito próximo do desempenho de duas noites atrás", disse Djokovic na quadra. "Estou jogando muito sólido no fundo da quadra e realmente amo essas condições."

"O placar talvez nos dois primeiros sets desta noite não tenha mostrado a realidade da partida. Mas em todos os momentos importantes eu encontrei meu melhor tênis."

Paul superou o compatriota Ben Shelton, de 20 anos, por 7-6(6), 6-3, 5-7 e 6-4 para avançar às semifinais de um Grand Slam pela primeira vez.

"Jogar contra Novak aqui na Austrália será incrível. Obviamente, ele está muito confortável aqui na Austrália. Vai ser uma partida desafiadora. Mas estou jogando meu melhor tênis."

Stefani e Matos se classificaram para a final de duplas mistas ao derrotarem os tenistas da casa Olivia Gadecki e Marc Polmans por 4-6, 6-4 e 11-9. Agora eles buscarão um título inédito para uma dupla mista formada por dois brasileiros.

Na chave feminina, Magda Linette continuou sua sequência dos sonhos em Melbourne ao bater a ex-número um do mundo Karolina Pliskova por 6-3 e 7-5, marcando uma semifinal contra Aryna Sabalenka.

Sabalenka, única cabeça de chave restante entre as mulheres, conquistou sua vaga nas semifinais ao derrotar Donna Vekic por 6-3 e 6-2 em uma batalha feroz de grandes devolvedoras na Rod Laver Arena.