Djokovic é nosso LeBron, mas às vezes merece bronca, diz Kyrgios

·1 minuto de leitura
Djokovic em quarentena em Adelaide

MELBOURNE (Reuters) - Nick Kyrgios comparou Novak Djokovic ao jogador de basquete norte-americano LeBron James no que diz respeito à sua influência dentro e fora das quadras, mas diz que teve a tarefa de chamar a atenção do número um do mundo quando ele "se perdeu" durante a pandemia de Covid-19.

O australiano destemido classificou o malfadado Adria Tour, organizado pelo sérvio em junho, de "teimosia", e na semana passada descreveu Djokovic como um "trouxa" por ter pedido que os organizadores do Aberto da Austrália amenizem as condições de quarentena.

"Ele é um dos nossos líderes no nosso esporte. Tecnicamente, ele é nosso LeBron James na maneira dele de dar um exemplo a todos os tenistas", disse Kyrgios sobre o vencedor de 17 torneios de Grand Slam em uma entrevista à CNN.

"Quando ele estava fazendo algumas das coisas que estava fazendo durante a pandemia global, não era a hora certa. Sei que todos cometem erros, alguns de nós saem da linha às vezes, e acho que temos que responsabilizar uns aos outros."

Kyrgios não foi o único de seus compatriotas a objetar ao que foi retratado como "exigências" de Djokovic em sua carta aos organizadores do Aberto da Austrália.

Mas Djokovic reagiu aos críticos, dizendo que suas boas intenções foram "distorcidas".

Seus defensores observaram que ele e outros tenistas de ponta, como Rafael Nadal e Dominic Thiem, estão cumprindo a quarentena em locais mais saudáveis de Adelaide, sem estar sujeitos às condições de Melbourne.

(Por Nick Mulvenney em Sydney)