Djokovic é cabeça de chave no Aberto da Austrália e poderá enfrentar Nadal na semifinal

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Novak Djokovic descansa durante um treino no Melbourne Park (AFP/Mike FREY)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Novak Đoković
    Novak Đoković
    Tenista sérvio

Apesar da incerteza sobre sua participação, o sérvio Novak Djokovic foi incluído na primeira rodada do Aberto da Austrália, onde deverá enfrentar seu compatriota Miomir Kecmanovic, enquanto o espanhol Rafael Nadal jogará contra o americano Marcos Giron.

Os dois astros lutam para conquistar em Melbourne aquele que será o 21º título de Grand Slam, um recorde absoluto no circuito masculino, e romper o empate triplo com o suíço Roger Federer (os três possuem 20 títulos), ausente do torneio por lesão.

Se os dois avançarem em seus respectivos chaveamentos, se enfrentarão nas semifinais.

Em meio a especulações sobre a participação de Djokovic, ameaçado de deportação após a saga por seu visto, o sorteio do quadro atrasou mais de uma hora, embora os organizadores não tenham especificado o motivo.

Nove vezes vencedor do Aberto da Austrália, incluindo as três últimas edições, Djokovic iniciará a defesa do título contra Kecmanovic, 78º no ranking da ATP, se as autoridades de imigração australianas não decretarem definitivamente sua deportação.

Por sua vez, Nadal, que voltou na semana passada após meses de lesão com uma vitória no Melbourne Summer Set, fará sua estreia no Grand Slam contra o americano Giron, 66º colocado do ranking da ATP.

Outro dos favoritos e finalista do ano passado, o russo Daniil Medvedev, terá pela frente o suíço Henri Laaksonen.

No torneio feminino, a número 1 do mundo, a australiana Ashleigh Barty, também iniciará sua trajetória contra uma das jogadoras vindas do qualy, as rodadas classificatórias.

Campeã recentemente do WTA Finals, a hispano-venezuelana Garbiñe Muguruza, terceira cabeça de chave, fará sua primeira partida contra a francesa Clara Burel, de 20 anos e 78ª colocada no ranking da WTA.

Por sua vez, a espanhola Paula Badosa, oitava colocada, enfrentará a australiana Ajla Tomljanovic.

Por fim, a atual campeã feminina de Melbourne, a japonesa Naomi Osaka, iniciará a defesa do título contra a colombiana Camila Osorio.

mp/pst/dbh/es/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos