Djalminha surpreende ao avaliar Cristiano Ronaldo titular no Flamengo

Djalminha é comentarista nos canais ESPN (Foto: Reprodução / ESPN)


Ex-jogador do Flamengo, Djalminha soltou uma opinião inédita sobre a titularidade do atacante Cristiano Ronaldo, em uma possível transferência para Rubro-Negro. Durante o programa "Futebol na ESPN", o comentarista afirmou que o português não chegaria com status de titular absoluto no time.

Djalminha relembrou o recente episódio onde o camisa 7 foi sacado do time titular da seleção de Portugal pelo treinador Fernando Santos, durante a Copa do Mundo de 2022, para o jovem Gonçalo Ramos.

- Eu vou falar uma coisa: no Flamengo, seria complicado para Cristiano Ronaldo chegar jogando. Pelo nome, ele jogaria em qualquer time do mundo. Até no Paris Saint Germain vai ter que arrumar um lugar para ele, mas, por conta do seu nome. Mas pelo momento não (sobre titularidade no Rubro-Negro). Ele ficou na reserva na seleção (portuguesa), onde detém os melhores números, onde ele "é o cara". Foi banco para um garoto que ninguém conhecia - afirmou.

+ Gerson é a 30ª contratação do Flamengo na gestão Landim; relembre todos os reforços

Na sequência, o ex-jogador afirmou que CR7 não teria vida fácil com o conterrâneo Vítor Pereira, novo treinador do Flamengo.

- Não é assim, não é porque é o Cristiano Ronaldo. Acho que tem qualidade, mas no Flamengo seria difícil. Com Vítor Pereira, ia ser difícil ele chegar e jogar. Mas seria bem-vindo - disse.

+ Cristiano Ronaldo revela ter recebido propostas de clubes brasileiros

Na sua apresentação no Al-Nassr, Cristiano Ronaldo revelou ter recebido propostas de clubes brasileiros após ter assinado sua rescisão contratual com o Manchester United. O veterano afirmou que já havia dado sua palavra para a equipe saudita e que está empolgado com seu novo desafio.

- Eu tive muitas oportunidades na Europa, no Brasil, Austrália, Estados Unidos, muitos clubes tentaram me contratar. Mas eu dei a palavra para esse clube. Para mim é um grande desafio. Eu sei o que eu quero e o que não quero. É uma boa chance de mudar com a minha experiência e ajudar a crescer em muitos pontos. Quero dar uma outra visão a esse clube, esse país na perspectiva de todos.