Djalminha desconfia da atual geração da Seleção Brasileira: 'Me agrada, mas não será como as que tivemos'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O Resenha ESPN inédito desta semana será uma edição especial de Copa América, torneio que é atração dos canais esportivos da Disney com todos os jogos sendo transmitidos a partir do próximo domingo, 13 de junho. O programa apresentado por André Plihal contou com as presenças de Fábio Luciano, Djalminha e Lugano, e será destaque da programação da ESPN Brasil, nesta madrugada de sexta para sábado, a partir de 00h30.

+ Começou o Brasileirão! Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

+ TABELA: Confira os resultado dos jogos desta semana na Copa do Brasil

O Resenha ESPN especial debate o torneio com dois ex-jogadores com experiência em defender suas seleções nacionais: Diego Lugano, campeão da Copa América em 2011 com a seleção uruguaia, a maior vencedora da história da competição, e Djalminha, campeão em 1997 com o Brasil. Completa o elenco do programa Fábio Luciano, zagueiro convocado para a Seleção e campeão do mundo pelo Corinthians.

No programa, Djalminha comentou que, apesar dos 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para Copa do Mundo, e de ser atual campeã da América, a Seleção Brasileira não se equipara às equipes do passado.

- É uma geração que me agrada, dentro do que tem. Mas não vai ser igual a outras seleções que já tivemos, quando tínhamos muito mais confiança. O torcedor ficava mais tranquilo, sabia que se o Brasil fizesse o melhor teria as maiores chances de ser campeão. Essa é uma geração muito equiparada com as outras seleções tops do mundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos