Dispensado no início do ano, Giovanni Piccolomo volta ao Cruzeiro a pedido de Mozart Santos

·1 minuto de leitura


A era Mozart Santos, novo técnico do Cruzeiro e do diretor Rodrigo Pastana, já está acontecendo na Raposa. A dupla começou a avaliar o elenco e jogadores que estavam sem chances com Felipe Conceição, demitido esta semana após eliminação na Copa do Brasil para a Juazeirense.

Mozart pediu e Pastana atendeu o pedido para o retorno do meia Giovanni Piccolomo, que atuou pelo clube mineiro em 2020, mas foi dispensado no início do ano.

A temporada de Piccolomo em 2021 tem 17 partidas, sendo 12 pelo Campeonato Catarinense, quatro pela Copa do Brasil, e uma pela Série B, marcando um gol pelo Avaí, que conquistou o Estadual recentemente.

Piccolomo veio para o Cruzeiro em agosto do ano passado, a pedido de Ney Franco. Como o clube estava punido, não podendo registrar jogadores, só estreou em campo com Felipão.

Com a camisa do Cruzeiro, Giovanni fez 10 partidas e não marcou nenhum gol e agora terá nova chance de mostrar seu jogo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos