Discípulo de McGregor garante que Bellator 180 não venderá sem sua presença

Dillon Danis é companheiro de treino de Conor McGregor - Reprodução/Instagram

Parceiro de treino de Conor McGregor, Dillon Danis parece ter aprendido alguns truques de autopromoção com o irlandês. Isso porque, apesar de nem sequer ter estreado no MMA, o americano fez questão de garantir que o maior evento da história do Bellator, show que será realizado em junho no ginásio Madison Square Garden, em Nova York (EUA), não atingirá grande marca na venda de pay-per-views (pacotes de transmissão da TV fechada) sem sua presença no card.

A pérola é ainda maior quando analisamos alguns dos principais nomes já confirmados para o evento: Wanderlei Silva, Chael Sonnen e Fedor Emilianenko, considerado por alguns especialistas como o maior atleta da história do MMA. Mas Danis não demonstra se importar com os fatos e, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, dá a entender que sua prioridade é elevar seu nome perante a mídia e os fãs do mundo das lutas.

“Nós teríamos que conversar. Nós precisaríamos falar sobre números, teríamos que conversar sobre tudo. Apenas conversar. Porque, no fim das contas, os pay-per-views não venderão a menos que eu esteja [nesse card]. […] Eles [Bellator], têm um monte de caras que ninguém liga. Mas se me colocarem lá os números irão para as alturas, [porque] é na minha cidade natal, no Madison Square Garden Arena. A bola está no campo deles”, analisou o “pupilo” de McGregor.

Apesar de toda confiança em garantir que o Bellator 180 não será o mesmo sem sua presença, o americano é acusado por um representante da família Gracie de desistir de uma luta no próprio evento. A informação foi divulgada por Neiman, sobrinho do veterano Renzo, em sua conta no Twitter. De acordo com o brasileiro, Danis cancelou a luta pois temia perder em sua estreia no MMA.