Dirigentes da NBA, NFL e MLS respaldam candidatura de Los Angeles

O prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, a favor da candidatura olímpica de 2024 em Santa Mônica, Califórnia

O comitê da candidatura de Los Angeles para sediar os Jogos Olímpicos de 2024 recebeu respaldo, nesta quarta-feira, de administradores e proprietários de importantes times profissionais do país, como o Los Angeles Lakers e o Boston Celtics, da liga de basquete (NBA).

Jeanie Buss, presidenta dos Lakers, e Steve Ballmer, dono do Los Angeles Clippers, foram incorporados ao Conselho de Administração da LA-2024, junto com Steve Pagliuca, gerente geral dos Celtics.

Os proprietários do Atlanta Hawks, Tony Ressler, e do Detroit Pistons, Tom Gores, foram outros que se manifestaram à favor da candidatura.

Os dirigentes dos times que jogam as ligas de beisebol (MLB), hóquei sobre gelo (NHL), futebol americano (NFL) e futebol (MLS) também aprovaram a ideia da cidade californiana sediar a competição.

A lenda viva dos Lakers, "Magic" Johnson, que também é acionista de três clubes profissionais de Los Angeles, é outro nome importante. O ex-jogador de basquete faz parte do Conselho desde 2016.

"O Comitê LA-2024 tem a sorte de ter em sua equipe vários executivos e proprietários dos esportes profissionais americanos, que trazem seu talento e experiência para oferecer Olimpíadas inovadoras, com riscos limitados e sustentabilidade em 2024", falou Casey Wasserman, presidente da LA-2024.

Wasserman acrescentou que a ideia é "ajudar todas as disciplinas olímpicas a se desenvolverem e entrarem no mercado esportivo americano, cujo valor é estimado em 250 bilhões de dólares".

Los Angeles, que sediou a competição em 1932 e 1984, compete com Paris. Roma e Budapeste desistiram de suas candidaturas.

A cidade anfitriã será decidida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) no dia 13 de setembro, em Lima.