Dirigentes do Grêmio determinam 'última chance' de Tiago Nunes - veja declarações

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A participação do Grêmio no Campeonato Brasileiro tem sido desconcertante. Até agora, são dois pontos conquistados em 18 disputados, resultado que 'isola' o Imortal na lanterna do torneio nacional. A acachapante derrota ante o Juventude, por 2 a 0, foi a 'cereja no bolo' que nenhum dos torcedores desejava. A corda bamba de Tiago Nunes ganhou limite para se romper: domingo, 4 de julho, no duelo contra o Atlético-GO. Qualquer resultado diferente de vitória, resulta na demissão do treinador.

Todo o pano de fundo da crise ficou evidente em Caxias do Sul, depois do revés desta quarta-feira (30). Houveram duas reuniões separadas: a primeira que envolveu apenas os dirigentes, e a segunda com Tiago Nunes. Na sequência, as três entrevistas coletivas mostraram bastante desgaste no cotidiano do clube.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Marcos Herrmann, vice de futebol do Grêmio, classificou o momento como chocante. "Os jogadores estão chocados. A diretoria está chocada. Comissão técnica, torcida. Mas temos qualidade aqui e temos que fazer essa qualidade se sobrepor ao momento, que é muito ruim". O Imortal perdeu para Ceará, Athletico-PR, Sport e Juventude. Os empates foram construídos diante de Santos e Fortaleza.

Queremos um futebol convincente, elenco para isso temos. Não temos que falar muito, não tem lero lero. Temos que conseguir mais com este elencoHerrmann em coletiva

Derrota contra o Juventude ressaltou clima tenso no Grêmio | Silvio Avila/Getty Images
Derrota contra o Juventude ressaltou clima tenso no Grêmio | Silvio Avila/Getty Images

Romildo Bolzan Jr, presidente do Imortal, projetou a próxima partida. "O fato novo é capacidade de reação, de vencer, de superar. Esse é o fato novo. O fato novo é se vamos ter capacidade de reação ou não. Não tem mais espaço para perder, para vacilar, para ficar esperando. Ou vamos ter atitude forte ou vamos começar de novo. É assim que funcionam as coisas. Acredito muito na continuidade, acho tudo isso muito bom e necessário, acho o trabalho realizado fantástico, acredito no tempo de maturação, mas o fato novo para nós é a vitória. É a vitória. É bem simples assim. Se não foi dito com essa clareza, estou dizendo agora".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos