Dirigente do Flamengo rebate críticas de comentarista da Globo sobre volta de Gerson

Gerson perdeu espaço no Olympique de Marselha na atual temporada (Foto: CHRISTOPHE SIMON / AFP)


Vice-presidente geral e jurídico do Flamengo, Rodrigo Dunshee utilizou as redes sociais para responder críticas de Ana Thaís Matos, jornalista da Globo, sobre o retorno de Gerson ao Rubro-Negro. Durante programa do SporTV, a comentarista lamentou a volta do camisa 8 ao futebol brasileiro, afirmando que a passagem dele na Europa foi frustrante e o craque não deveria escolher a sua "zona de conforto".

- Lamento o retorno. Para ele seria incrível, volta para seu lugar, seu país, onde deu certo. Mas a primeira alternativa do jogador que se frustra na Europa é voltar para o Brasil. Ele não tenta se reinventar em outro time, em uma outra liga. Eu sinto muito que a alternativa seja voltar para essa zona de conforto que é o futebol brasileiro. É um futebol mais lento, que fisicamente te exige só até a página dois e que você vai ter um apelo popular para ser convocado para a Seleção Brasileira - avaliou Ana.

+ Gols, títulos, prêmios e estatísticas: veja números da brilhante carreira do Rei Pelé

Na sua conta do Twitter, onde costuma ser bastante ativo para comentar sobre assuntos futebolísticos com os torcedores rubro-negros, Dunshee retrucou a fala da jornalista. De acordo com ele, a passagem pelo meio-campista na Europa foi boa e não se deve desmerecer o Brasil para valorizar o futebol estrangeiro.

- O Gerson classificou o Olympique para Champions e levou o clube ao vice-campeonato da França, atrás do PSG. Ele bateu metas contratuais q geraram prêmios ao Flamengo e a ele. Não é um atleta que se frustrou. Sem essa de invejar o exterior e derrubar o brasileiros. Jogar no Flamengo é o melhor - respondeu.

Ídolo da torcida, Gerson retorna ao Flamengo depois de curta passagem pela França, no Olympique de Marselha. O meia jogou no Rubro-Negro de julho de 2019 até junho de 2021, quando foi vendido ao clube francês. Pelo Flamengo, Gerson conquistou dois Brasileiros, dois Cariocas, duas Supercopas, Libertadores e Recopa.