Dirigente do Flamengo projeta futuro financeiro ainda melhor: 'Em breve, seremos potência mundial'

Paulo Victor Reis

O balanço financeiro do Flamengo em 2016 trouxe números muito positivos e animou a torcida. O clube registrou um superávit de R$ 153,4 milhões e reduziu a dívida de R$ 447 milhões para R$ 390 milhões (queda de 13% em relação a 2015). Otimista com novas projeções, o vice-presidente do clube, Mauricio Gomes de Mattos, crê que o Rubro-Negro tem tudo para se tornar uma potência mundial e atingir o mesmo patamar de gigantes europeus.

- Sem sombra de dúvidas, teremos um balanço ainda melhor (em 2017). O Flamengo está numa crescente, de sair cada vez mais da grande dívida. Em breve, seremos uma potência mundial. O Flamengo tem 40 milhões de torcedores, ninguém tem isso no mundo - disse o dirigente, que ainda brincou com a situação.

- Vejo hoje, como nossos rivais, Barcelona e Real Madrid (risos) - completou.

O vice-presidente geral elogiou o trabalho de Cláudio Pracownik, vice-presidente de finanças, e de outras áreas do clube.

- É uma gestão compromissada com o Flamengo e com a seriedade. O Flamengo passa como exemplo, com uma gestão comprometida com a seriedade, daí vem o resultado. Houve um esforço de todas as áreas, com um trabalho coerente e assertivo da gestão, estão todos de parabéns. Todas as áreas estão comungando. Temos um trabalho muito bom do Pracownik - ressaltou o dirigente rubro-negro.

PATROCÍNIOS PODEM AUMENTAR LUCRO DO CLUBE EM 2017


O Flamengo vive a expectativa de ter também um balanço financeiro positivo neste ano. No comunicado enviado aos sócios, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, lembrou da crise econômica que atingiu fortemente o Brasil em 2016. O mandatário falou ainda dos novos acordos de patrocínio do clube, como com a Carabao, de R$ 190 milhões.

- O Clube de Regatas do Flamengo enxerga em seu futuro próximo muitas conquistas dentro e fora dos campos e quadras. O processo de evolução e o crescimento contínuo são realidades rubro-negras - diz Bandeira em trecho do balanço financeiro divulgado aos sócios-proprietários do clube.

Além de expectativa com aumento em cotas de patrocinadores, o Flamengo vai lucrar mais neste ano com venda de jogadores. Somente com a negociação de Jorge junto ao Monaco (FRA), o Rubro-Negro ficou com 6,7 milhões de Euros, cerca de R$ 22,7 milhões na época. No ano passado, o clube arrecadou menos com este tipo de movimentação, cerca de R$ 12 milhões.

A questão da bilheteria, por outro lado, ainda é uma incógnita. O clube aguarda a definição sobre o futuro do Maracanã, mas tem um estádio praticamente pronto na Ilha do Governador.















E MAIS: