Dirigente diz que Barcelona está 'mais perto' de contratar Neymar

Folhapress
*ARQUIVO* PARIS, FRANÇA, 28.01.2018: O atacante brasileiro Neymar, do PSG, durante partida entre Paris Saint-Germain e Montpellier, no Estádio Parc des Princes, em Paris. (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)
*ARQUIVO* PARIS, FRANÇA, 28.01.2018: O atacante brasileiro Neymar, do PSG, durante partida entre Paris Saint-Germain e Montpellier, no Estádio Parc des Princes, em Paris. (Foto: Ricardo Nogueira/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Javier Bordas, diretor esportivo do Barcelona, disse que o clube está "mais perto" da contratação de Neymar após reunião realizada nesta terça (27). O encontro com a diretoria do Paris Saint-Germain aconteceu na capital francesa. 

Ele deu a declaração na saída do encontro para o programa de TV espanhol "El Chiringuito de Jugones". Bordas também confirmou, quando questionado, que a questão é quanto o Barcelona pagaria para ter o atacante brasileiro.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

O PSG quer receber de volta os 222 milhões de euros (R$ 1 bilhão em valores atuais) que pagou para tirar o jogador do clube catalão em 2017. O Barcelona aceitar pagar apenas uma parte do valor e quer incluir jogadores, como o meia Rakitic, o lateral Semedo e o atacante Dembelé.

À espera da negociação, Neymar não jogou nas três primeiras rodadas do Campeonato Francês. Ele se apresentou para a pré-temporada com atraso depois de não participar da Copa América por lesão. 

Uma das principais armas do Barcelona para contratar o brasileiro era incluir na negociação o meia Philippe Coutinho, mas este foi emprestado para o Bayern de Munique (ALE).

Ainda existe a possibilidade de o Real Madrid entrar na negociação. Para o rival do Barcelona, o PSG consideraria a possibilidade de fazer um empréstimo com obrigação de compra depois de um ano. Operação utilizada pelo próprio time francês para tirar Mbappé do Monaco, também em 2017.

Segundo o UOL Esporte, Neymar também considera a possibilidade de ficar em Paris por mais uma temporada, já que a possibilidade de não haver acordo é real.

A torcida do PSG fez protestos contra ele nos primeiros jogos da temporada. As negociações têm sido conduzidas pelo presidente Nasser Al-Khelaifi e pelo brasileiro Leonardo, diretor do clube.

A janela de transferências no futebol espanhol termina em 2 de setembro.

A reunião aconteceu no mesmo dia em o serviço de streaming Netflix relançou dois episódios da terceira temporada com a participação de Neymar. Eles haviam sido cortados à espera da investigação do suposto estupro cometido pelo jogador contra a modelo Najila Trindade. O caso foi arquivado.

Leia também