Diretoria do Conselho do Santos será responsável pela montagem da nova CIS; entenda

Fábio Lázaro
LANCE!


O presidente do Conselho Deliberativo do Santos, Marcelo Teixeira, até tentou, mas não conseguiu reverter as renúncias de José Geraldo Gomes Barbosa e José Rubens Passos aos seus cargos na Comissão de Inquérito e Sindicância do Santos.

Os agora ex-presidente e ex-relator não só confirmaram os seus desligamentos, como os demais integrantes da CIS, Rubens Marino e Décio Couto, também deixaram as suas funções, conforme antecipado por “A Tribuna” e confirmado pelo LANCE!.

Caberá agora a Mesa Diretora do Conselho Deliberativo indicar novos integrantes para a comissão, incluindo presidente e relator. Após isso, a decisão será homologada em plenário.



O Estatuto do Santos FC não prevê prazo para que os responsáveis apresentem novas pessoas para preencher as funções, mas devido os processos em andamento a tendência é que a decisão não demore a acontecer. A equipe que deixa o cargo ficará à disposição para fazer a transição.

Procurado, Teixeira não mencionou prazos para a escolha dos novos membros da CIS por questões de calendário.

– A secretaria do Conselho Deliberativo está conciliando as agendas – afirmou à reportagem.

Na manhã desta quinta-feira os conselheiros receberam a confirmação de nova reunião, esta ordinária, que acontecerá no dia 30 de junho, de novo em ambiente virtual. O encontro apreciará, discutirá e votará o parecer do Conselho Fiscal que reprovou as contas do Peixe em 2019. Caso os membros do egrégio mantenham as indicações, o processo deverá prosseguir para a CIS que, no momento, está desocupada.






Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também