Diretor da Roma confirma aposentadoria de Totti ao fim da temporada

Ramón Rodriguéz Verdejo, no dia 8 de abril de 2017

O novo diretor esportivo da Roma, o espanhol Ramón Rodríguez 'Monchi', provocou nesta quarta-feira um momento de emoção em coletiva de imprensa, ao afirmar que a atual temporada será "a última" do ídolo Francesco Totti na equipe.

"Totti? Há um acordo com o clube. Essa é a última temporada e depois continuará como dirigente", declarou o ex-diretor esportivo do Sevilla.

"Eu quero ele ao meu lado porque ele é a Roma e pode me ensinar o que é a Roma. Quero que Totti me expliqu ee me faça compreender o que é a Roma. Se eu conseguir saber 1% do que ele sabe, estarei satisfeito", completou Monchi.

O fim da carreira futebolística de Totti, 40 anos, não é uma surpresa, já que tem contrato com a Roma até junho de 2017. Nos últimos meses, vem sendo pouco aproveitado na equipe titular.

O anúncio de Monchi, porém, mobilizou as redes sociais e a imprensa, já que Totti, que estreou na equipe principal da Roma em 1993, é o grande ídolo histórico do clube.

Questionado pela AFP, um porta-voz do clube explicou que não havia "nada de novo ou diferente nas palavras de Monchi".

Durante a renovação do contrato de Totti, assinado em junho de 2016, a Roma publicou um comunicado intitulado "a Roma anuncia a última temporada de Totti como jogador".

O camisa 10 romano não se manifestou oficialmente sobre o assunto. "Meu último dérbi? É o que os outros dizem, não o que eu digo", declarou no domingo, após a derrota da Roma para a arquirrival Lazio (3-1).