Diretor que ironizou Cuca corre risco de demissão; já Raí recebe elogios

Yahoo Esportes
Sistema de iluminação do Morumbi virou pivô da polêmica entre Cuca e Rebouças (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Sistema de iluminação do Morumbi virou pivô da polêmica entre Cuca e Rebouças (Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

É grande a chance de Eduardo Rebouças ser demitido do São Paulo depois das declarações ofensivas contra Cuca. A informação foi confirmada por uma pessoa do CT da Barra Funda muito próxima a Leco - o presidente vem sendo bastante pressionado a dispensar o diretor-executivo de infraestrutura do Morumbi.

Rebouças afirmou na segunda-feira que Cuca quis desviar o foco do empate com o Palmeiras quando culpou o sistema de iluminação do estádio. “Assiste com muito critério o Volpi olhando para a bola. Aí você me diz qual é a intenção do Cuca. O cara para dar desculpa que o time empatou inventa outro problema”, afirmou o diretor, em entrevista à Gazeta Esportiva.Net.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

A grita geral no São Paulo é de que Rebouças falou muito mais do que deveria. “Ele é o grande responsável por criar uma crise que não existia. E aí, quando se fala uma abobrinha, a situação fica delicada mesmo”, avalia um diretor tricolor, citando Rebouças.

Leco já deu uma dura em Rebouças e, agora, tenta contornar a situação. O diretor de infraestrutura decidiu defender o sistema de iluminação porque havia liderado nas últimas semanas uma série de melhorias no Morumbi, que permitiram ao estádio receber três jogos da Copa América.

Elogiado: A resposta de Raí a Andrés Sanchez, dada na tarde desta terça-feira, no CT da Barra Funda, rendeu muitos elogios ao diretor-executivo de futebol tricolor. Pelo menos internamente. Júlio Casares e Newton Ferreira foram alguns daqueles que externaram satisfação.

“O Raí foi muito bem, respondeu com toda classe que lhe cabe, colocou o representante daquela agremiação no seu devido lugar e dizem por aí que o mesmo premeditou com o intuito de desviar o foco de si e tumultuar nosso ambiente, mas não conseguiu”, afirmou o conselheiro Itagiba Francez Junior.

Raí afirmou que Andrés tem “coisas mais graves para pensar”, em alusão por exemplo a decisão da Justiça Federal de São Paulo de aceitar a denúncia do Ministério Público de tornar o presidente do Corinthians réu pela prática de crime tributário.

A resposta de Raí se deu após Andrés assegurar que o são-paulino se ofereceu para herdar o lugar de Edu Gaspar na CBF.

Siga o Yahoo Esportes: Twitter | Instagram | Facebook | Spotify | iTunes |


Leia também