Diretor do PSG, Leonardo confirma saída de Cavani e Thiago Silva

Diretor esportivo do Paris Saint-Germain, o brasileiro Leonardo confirmou neste sábado que o zagueiro Thiago Silva e o atacante Edinson Cavani não permanecerão no clube parisiense na próxima temporada. Ambos têm contrato se encerrando e não renovarão.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Esportes no Google News

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Foi uma decisão muito difícil de tomar. São jogadores que marcaram a história do clube. Sempre nos perguntamos se devemos continuar por um longo caminho ou se não vale a pena. As histórias foram muito bonitas, mas, sim, estão chegando ao fim", disse Leonardo ao "Le Journal du Dimanche".

Leia também:

Cavani e Thiago Silva têm contrato com o PSG até o dia 30 de junho, mas com a paralisação da temporada por conta da pandemia de coronavírus, a Liga dos Campeões só deve voltar a ser disputada em agosto. Diante disso, o dirigente disse que a ideia é estender o vínculo até o fim da competição para que o clube francês tenha o elenco completo.

Além do brasileiro e do uruguaio que deixarão o clube, outros quatros jogadores também não ficarão no Parque dos Príncipes: o goleiro Sergio Rico, os laterais Kurzawa e Meunier e o atacante Choupo-Moting.

Siga o Yahoo Esportes no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Leia também