Diretor do Galo diz que meta inicial de Dudamel é ser campeão mineiro

Valinor Conteúdo
LANCE!
Rui também falou sobre a conversa que teve com Jorge Jesus antes do seu acerto com o Flamengo-(Bruno Cantini/Atlético-MG)
Rui também falou sobre a conversa que teve com Jorge Jesus antes do seu acerto com o Flamengo-(Bruno Cantini/Atlético-MG)


O diretor de futebol do Atlético-MG. Rui Costa, falou sobre como foi definida a contratação do venezuelano Rafael Dudamel, e uma suposta obrigação do time alvinegro em conquistar o Campeonato Mineiro, que foi colocada com meta inicial pela diretoria para o treinador.

- Temos que ganhar títulos. Não adianta estar aqui nesse grande clube e não falar de planejamento, readequação, se não tiver claro que aqui no Galo tem que se conquistar títulos. E começa com o Campeonato Mineiro. Nós temos a obrigação de conquistar esse título. Estamos muito cientes disso, pela nossa grandeza, pelo momento do futebol mineiro - afirmou Rui Costa em entrevista ao SporTV.

Costa afirmou também que o clube mineiro trabalhou com um perfil desejado de técnicos até chegar a Dudamel. Porém, outros nomes estiveram na lista atleticana, casos de Jorge Jesus, Juan Carlos Osório, Rogério Ceni e Tiago Nunes. Todos ele negaram o convite do Galo para comandar o time.




-Não há mais espaço no futebol para treinador que não chegue às oito horas da manhã e saia às oito horas da noite. O Dudamel, neste período que está conosco, fez questão de ficar no CT, e toda sua equipe está imersa no Centro de Treinamentos do Atlético. A escolha do Dudamel passa por perfil de treinador que nós estabelecemos desde o meu começo no Atlético. E era aquilo que o presidente Sérgio sempre buscava. Era um treinador que pudesse deixar legado no clube a partir de ideias novas. Estruturação muito clara do que seria montagem da equipe. É deixar geração de atletas preparados e que foram formados no clube, para se realizar desportivamente e virar ativos da instituição e não depender de terceiros. E não são todos os treinadores que conseguem reunir todas essas características-explicou Rui Costa.

Rui Costa revelou que conversou com Jorge Jesus antes do acerto Jorge Jesus com o Flamengo. O português veio a BH em duelo entre Galo e Fla, pelo Brasileiro. Havia uma esperança da diretoria atleticana em contar com o “mister”, mas dias depois, ele optou pelo clube carioca.

- Tive privilégio de conversar com Jorge Jesus bem antes de ele acertar com o Flamengo, e o que me surpreendeu nele é que, à distância, ele conhecia tão bem nossa equipe, nossos problemas e virtudes, como se ele estivesse aqui do meu lado. O mesmo senti com Osório, Dudamel e Ceni. Não tem a ver com ser estrangeiro, mas a forma de encarar o trabalho-concluiu.





Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também