Diretor do Fortaleza fala sobre impacto do coronavírus e papel do sócio-torcedor


Com a paralisação de todas as competições nacionais durante a pandemia do novo coronavírus no Brasil, todos os clubes tiveram suas finanças afetadas. Diretor Executivo do Fortaleza, Sérgio Papellin falou com exclusividade ao Lance! sobre a situação no clube cearense e comemorou um parceiro em especial que faz a diferença neste momento: o torcedor tricolor.

'A incerteza é muito grande, já perdemos dois meses num calendário que já era apertado. O impacto financeiro foi grande para todos e acaba afetando todo um planejamento. Tivemos uma parceria muito grande com os atletas e funcionários do clube e até o momento não aconteceram demissões em massa, como foi visto em outros clubes. Estamos conseguindo cumprir nossos compromissos e contamos com uma grande ajuda do nosso sócio-torcedor, que tem sido um grande parceiro neste momento', declarou o dirigente.

Sergio Papellin chegou ao Fortaleza em 2017, quando o clube disputava a Série C, e participou de toda a reformulação que levou o clube ao título da Série B em 2018 e a classificação para a Copa Sul-Americana 2020. Com a paralisação, o Diretor Executivo acredita que o time perderá na questão física, mas não na questão tática.

'Neste momento temos que pensar na saúde de todos e torcer para que tudo se normalize o mais rápido possível para que possamos retornar com segurança. Teremos como grande desafio conseguir manter as conquistas que tivemos em 2019. Perdemos no condicionamento físico, mas temos um elenco que já vem trabalhando com o Rogério desde o ano passado, não vamos perder tanto na parte tática', analisou.

Integrante da ABEX (Associação Brasileira de Executivos de Futebol), Papellin destacou também o trabalho conjunto que é feito entre os dirigentes no Brasil visando um retorno mais seguro e organizado para todos.

'A Abex tem nos ajudado muito nesse momento, sempre nos mantendo informado das medidas que estão sendo tomadas pelas autoridades competentes, não só no Brasil mas em todo mundo. E o intercâmbio entre nossos companheiros, tem sido importante para que possamos desenvolver um protocolo de retorno com muita segurança para os envolvido nesse processo'.








Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também