Diretor da Mercedes teme novo acidente entre Hamilton e Verstappen

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
JEDDAH, SAUDI ARABIA - DECEMBER 05: Podium Race winner Lewis Hamilton (GBR) ahead of Max Verstappen (NDL) and Valtteri Bottas Finland during the Grand Prix Formula One of Saudi Arabia on December 05, 2021 in Jeddah, Saudi Arabia. (Photo by Cristiano Barni ATPImages/Getty Images)
Toto Wolff tem medo que a disputa pelo título na última corrida tenha novo acidente entre os líderes do campeonato. Foto: (Cristiano Barni ATPImages/Getty Images)

O chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, declarou ter medo de que o título de campeão da Fórmula 1 da temporada de 2021 seja definido através de um novo acidente envolvendo Lewis Hamilton e Max Verstappen. Os dois pilotos, que estão empatados na tabela de classificação com 369,5 pontos, têm histórico de não ceder em situações de ultrapassagens e a colisão entre ambos na última corrida, o Grande Prêmio da Arábia Saudita, acirrou ainda mais os ânimos entre os pilotos.

A corrida de Abu Dhabi, última da temporada, será a decisiva para o campeonato. Toto Wolff comentou sobre a expectativa da montadora para o Grande Prêmio: “Eu espero que a corrida [de domingo passado, na Arábia Saudita] tenha repercussões suficientes para que todos aprendam com isso e se adaptem para a corrida final (...) Eu não acho que o campeonato mereceu um resultado que foi influenciado por uma colisão. As emoções estão muito, muito carregadas”.

Leia também:

Na última corrida, em Jeddah, o piloto holandês, que liderava o ranking da Fórmula 1 até o GP da Arábia Saudita, sofreu duas punições ao longo da corrida, uma por realizar uma ultrapassagem excedendo os limites da pista e outra por frear seu carro de forma errônea, o que causou uma batida de Lewis Hamilton em seu carro. Segundo o Artigo 2 do capítulo IV, apêndice L, do Código Esportivo da FIA (Federação Internacional de Automobilismo), punições devem ser dadas aos pilotos que "provocam uma colisão, repetem erros graves ou falta de controle do carro" e também "proíbe que o piloto ande desnecessariamente devagar na pista e venha oferecer perigo a outros pilotos".

Verstappen reclamou sobre o excesso de punições recebidas no penúltimo GP da temporada. Segundo o piloto: "Felizmente os fãs têm uma mente clara sobre as corridas, porque o que aconteceu hoje é inacreditável. Estou apenas tentando competir, mas esse esporte hoje em dia é mais sobre punições do que corrida. Para mim, isso não é a Fórmula 1, mas pelo menos os fãs gostaram".

A corrida decisiva, 22ª etapa da temporada da Fórmula 1, terá a largada às 10 da manhã do próximo domingo (12). Lewis Hamilton é o maior vencedor do Grande Prêmio de Abu Dhabi, tendo recebido a bandeirada quadriculada por cinco oportunidades.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos