Diretor da Globo diz que emissora vai buscar acordo com clubes que tinham contrato com a Turner

·2 minuto de leitura


O diretor de Aquisição de Direitos Esportivos do Grupo Globo Fernando Manuel Pinto afirmou em entrevista ao jornalista Mauro Cezar Pereira, veiculada pelo 'Uol Esportes' que a emissora já trabalha em um projeto para trazer para seu portfólio do Premiere os clubes que tinham contrato com a Turner, já que a empresa americana optou pelo fim do vínculo a partir de 2022.

Os clubes que ficam com o direito para pay-per-view livres são Bahia, Ceará, Coritiba, Fortaleza, Internacional, Palmeiras e Santos. Os negócios que serão feitos por esses clubes com quem quer que seja, já estará sob a vigência da nova Lei do Mandante, que foi aprovada recentemente pelo Congresso Nacional e sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Fernando Manuel Pinto disse que um acordo com esses times ainda não tinha sido feito por respeitar o contrato em vigência da concorrência, mas que agora a emissora vai fazer uma proposta para o próximo ano.

- É uma agenda que estou desenvolvendo, com esses clubes, estamos indagando o interesse e a viabilidade de se juntar aos demais clubes da TV fechada pra que tenhamos a consolidação desses direitos. Se haverá ou não acordo, não tenho como indicar, mas faço votos que ocorra, porque é a única maneira que enxergo da gente assistir algo que vai além do produto, que é essa consolidação de todos os clubes dentro de um mesmo critério dos valores pagos para o Campeonato Brasileiro - disse o dirigente.

Fernando Manuel Pinto falou ainda que não vê horizonte para um acordo com o Athletico-PR e que um contrato não foi possível por entender que não poderia oferecer 'algo a mais' ao Furacão, do que foi acordado com os outros clubes. O time paranaense é o único sem acordo com nenhuma empresa para a TV fechada e manda seus jogos com exibição de uma plataforma própria.

O diretor falou ainda que a Champions League não é prioridade da emissora, que opta por fazer investimentos em jogos de clubes brasileiros, e acentuou que por esse mesmo critério a Libertadores, atualmente do SBT na TV aberta, 'sempre terá o interesse da Globo', mas que a emissora vai respeitar o contrato com a emissora de Silvio Santos.

- A Libertadores sempre interessou e interessará a Globo. Houve um episódio da pandemia com impacto muito severo. Esse contrato com a Conmebol até 2022 foi rescindido. O futuro depende de diversos aspectos. E como é um tema que evoluiu de uma rescisão, que passa por avaliação jurídica, a uma confidencialidade no processo. Mas a Libertadores é do interesse e está no radar da Globo - completou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos