Diretor do Cruzeiro projeta 'dois anos de luta' por permanência na Série A

Em 2022, time celeste faturou R$ 2,5 milhões com o título da Série B e acumulou pouco mais de R$ 7 milhões com a Copa do Brasil  - (Foto: Staff Images/Cruzeiro)


Em um discurso alinhado a todos os membros da gestão do Cruzeiro, o diretor de estratégias do time mineiro, Paulo André, não hesitou ao reafirmar o objetivo estrelado nas próximas temporadas. Segundo ele, a Raposa lutará pela permanência na Série A nos próximos dois anos.

- Vamos ter dois anos de luta para se manter na Primeira Divisão, para conseguir alcançar os objetivos - declarou o ex-zagueiro em durante o evento "Big Blue", promovido pelo Cruzeiro.

É sabido que em 2023 o time celeste passará por uma grande reformulação. Até aqui, são pouquíssimas certezas: somente Paulo Pezzolano, Rafael Cabral, Eduardo Brock, Neto Moura e Filipe Machado têm permanência garantida.

O único reforço até o momento é zagueiro Neris, de 30 anos, contratado no mês passado. Alguns jogadores, como Agustín Almendra, do Boca Juniors e Rafael Bilú, atualmente no Criciúma, foram sondados pela diretoria celeste.