Diretor do Bayern de Munique diz que Lewandowski pediu para deixar o clube

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Lewandowski é o segundo maior artilheiro da história do Bayern de Munique (Foto: RONNY HARTMANN / AFP)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O futuro do atacante Robert Lewandowski deve mesmo ser longe do Bayern de Munique. Neste sábado, o diretor esportivo do clube bávaro, Hasan Salihamidzic, afirmou que o polonês pediu para ser transferido ao final da temporada.

- Falei com Lewandowski. Na conversa, ele me disse que não queria aceitar nossa oferta de renovação de contrato e que gostaria de deixar o clube - declarou Salihamidzic à "Sky Sport" da Alemanha.

Lewandowski tem mais um ano de vínculo com o Bayern de Munique e, caso não deixe o clube na próxima janela de transferências, poderá assinar um pré-contrato com outro time a partir de janeiro de 2023. Deste modo, ele deixaria a Baviera sem custos.

Um dos principais interessados no camisa 9 é o Barcelona. No mês passado, o presidente blaugrana, Joan Laporta, afirmou que o polonês poderia ser contratado. Segundo a "Sky Sport", o jogador também tem interesse em ir ao Barça. Hasan Salihamidzic, porém, disse que o Bayern não recebeu nenhuma proposta pelo artilheiro.

- Ele disse que gostaria de fazer outra coisa, provar algo novo, mas nossa atitude não mudou: Lewa tem contrato até 30 de junho de 2023. Isso é um fato. Proposta de Barcelona? Não - disse o dirigente.

Nesta semana, o jornal "Bild" publicou que o Bayern de Munique aceita negociar Lewandowski, mas que deseja receber entre 35 e 40 milhões de euros (entre R$ 186 milhões e R$ 212 milhões).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos