Diretor do Atlético-MG faz elogios ao lateral Rodinei, do Flamengo

O atleta está em boa fase e gera interesse no clube mineiro-(Luis Acosta / AFP)


O Atlético-MG tem diversas decisões pela frente. E não só dentro de campo. O clube trabalha para conseguir uma vaga na Libertadores do ano que vem e confirmar a transformação em SAF (Sociedade Anônima do Futebol), para manter um elenco forte e ter reforços, como lateral-direito Rodinei, do Flamengo, que é um dos interesses para 2023.

O jogador do time caricoa tem contrato até o fim do ano e já pode assinar pré-contrato com outra equipe.

Em entrevista ao Charla Podcast, Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Atlético, elogiou o lateral, com quem já trabalhou no Internacional em 2020.

-É um jogador com extrema força, velocidade. Ele melhorou muito na questão defensiva e apoia como poucos. É bom garoto. Eu fico feliz. Nós compramos ele da Ponte na época (quando era diretor do Flamengo), jovem ainda. Fico feliz pelo reconhecimento, ainda que tardio para muitos, acho que é importante. É uma posição muito carente no futebol brasileiro. Conheço a essência dele- disse o diretor do Galo, defendendo o jogador, afirmando que ele é subvalorizado.

-Minha opinião sobre o Rodinei. Muita gente fala que ele é um atleta supervalorizado. Eu acho o contrário. Ele poderia ter sido muito mais exaltado antes. Um pouco por ele. Já falei isso com ele, levei ele para o Inter. Muitas vezes o jeito extrovertido, de grupo, brincalhão, é mal interpretado. O futebol está assim. As pessoas confundem as coisas, levam para a avaliação de um todo apenas uma parte dele- comentou o dirigente, que fez questão de destacar que o Atlético está bem servido com os donos da posição, Mariano e Guga.

-O Galo tem dois grandes laterais, Mariano e Guga. Se você pegar 18, 17 equipes da Série gostariam de ter Mariano, Guga ou os dois. Na vida, a gente sempre olha a grama do vizinho e ela é mais bonita. A gente precisa valorizar o que a gente tem- concluiu.