Diniz faz balanço do ano e fala sobre futuro do Fluminense: 'É possível conquistar e obrigatório sonhar'

Diniz fica no Fluminense até 2024 (MARCELO GONÇALVES/FLUMINENSE FC)


O Fluminense superou as expectativas e com um grande trabalho de Fernando Diniz assegurou a terceira colocação do Brasileirão. Na visão do treinador, a equipe teve uma boa atuação no triunfo sobre o Red Bull Bragantino. Na coletiva de imprensa, o treinador fez uma balanço sobre a temporada e projetou o futuro do Tricolor

- A trajetória do Fluminense foi muito rica de coisas positivas, tivemos poucos momentos negativos desde a minha chegada. Faltou a conquista de um dos grandes campeonatos, Copa do Brasil, que era mais viável, e Brasileiro, mas o Palmeiras fez uma campanha impecável - disse, antes de emendar:

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Brasileiro

- Do aspecto do time, o mais importante foi o momento em que tivemos as três derrotas, que aconteceram por alguns fatores, a saída do Nonato teve muito a ver, e a retomada. Acho que o Fluminense sai hoje, tanto no futebol quanto nos números, no seu melhor momento. Do jogo do Avaí para cá, tivemos um empate com o Botafogo, foi uma sequência boa de vitórias, muitos jogos sem tomar gol, que mesmo nos nossos melhores momentos antes desse momento final, a gente era um time que sofria muitos gols. Esse final do Fluminense foi o melhor do Fluminense, acho que deixa uma esperança e uma crença positiva para o ano que vem - acrescentou.

Para a próxima temporada, Diniz ressaltou que existe uma grande diferença de orçamento ao comparar o Fluminense com outros times, que disputam o título. No entanto, o técnico acredita que é possível superar as dificuldades e transformar essa discrepância em títulos.

+ Cano supera recorde de Neymar e Gabigol e quebra marca que durava 50 anos no Brasileirão

- Acho que é possível. só que a gente que está dentro, nós não somos torcida ou comentarista. Temos que ter um dado de realidade e procurar superar as dificuldades que o Fluminense enfrenta. Acho que o time terminou bem. É uma base importante para o ano que vem. Existe um descompasso, uma diferença muito grande no orçamento do Fluminense para os outros candidatos aos títulos. A temporada é longa. Mas temos que trabalhar e é possível - explicou:

- É possível conquistar e é obrigatório sonhar com as coisas. Temos que sonhar como o torcedor sonha, mas temos que trabalhar e superar as realidades. Quem tem que fazer isso é quem trabalha no clube: jogador, comissão técnica e demais funcionários. Fluminense é gigante, como tem outros, mas falando do clube, o orçamento comparado aos de outros gigantes é muito distante. Temos que trabalhar forte, saber da realidade. - salientou:

+ ATUAÇÕES: Cano e Arias se destacam na última vitória do Fluminense em 2022. Veja as notas


- Sabemos que temos que caminhar muito em relação aos outros times que estão disputando e querem ganhar os mesmos títulos que a gente. Sonhar e trabalhar muito para que isso se transforme em realidade ano que vem -- concluiu.