Diniz e jogadores esgotaram o repertório do São Paulo

·1 min de leitura
Luciano lamenta uma chance perdida. Atacante foi o único a jogar bem contra o Coritiba. Foto: Marcello Zambrana/AGIF
Luciano lamenta uma chance perdida. Atacante foi o único a jogar bem contra o Coritiba. Foto: Marcello Zambrana/AGIF

O São Paulo não conseguiu vencer o Coritiba, virtual rebaixado para a Série B do Brasileiro. Se no primeiro turno, o jogo foi horroroso com um empate em 1 a 1, 19 rodadas depois o filme se repetiu. O tricolor foi previsível e não conseguiu superar as fragilidades do adversário, aumentando a pressão sobre Fernando Diniz e o elenco.

A demissão do técnico não está descartada, mesmo que o São Paulo tenha entrado em campo abalado com o apedrejamento do ônibus da delegação, no caminho para o Morumbi, antes da partida. Quatorze “bandidos” atiraram pedras e rojões e foram detidos pela Polícia Militar, em seguida.

Talvez esse fato possa ser avaliado pela diretoria para minimizar a má atuação do time, novamente. O São Paulo esgotou seu repertório tático, apesar de ter diminuído as saídas de bola dentro da área, com passes perigosos e inúteis na defesa. Desta vez, houve mais tentativas de apressar o jogo, mas com pouca movimentação dos atletas e lances esporádicos. Na única jogada criada, saiu o gol de Luciano, o melhor jogador do São Paulo, pela entrega e oportunismo. Apesar do gol, o São Paulo não foi superior ao Coritiba e sofreu o gol de empate num contra-ataque as costas de Juanfran, o pior em campo. Tiago Volpi também foi mal, inseguor n

Acredito que os dirigentes vão aguardar os resultados do Grenal e do Flamengo para analisar a posição na classificação e definir uma mudança ou não do comando técnico. Se Inter e Flamengo perderem, o São Paulo terá reduzido a distância para um ponto em relação ao líder. Vamos aguardar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos