Diniz diz que não espera reforços e fala em brigar por todos os títulos

Fellipe Lucena
LANCE!
Fernando Diniz foi mantido no São Paulo para 2020 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)
Fernando Diniz foi mantido no São Paulo para 2020 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)


Fernando Diniz terminou a temporada passada dizendo à diretoria do São Paulo que o elenco precisaria de reforços pontuais e indicando o atacante Nahuel Bustos, do Talleres (ARG). Agora, com a pré-temporada já iniciada e ainda sem contratações, o técnico disse estar satisfeito com o que tem e avisou que não há nenhum atleta próximo de chegar.

- Para esse momento aqui a gente não está esperando novas contratações. Estamos com esse grupo, focados, e temos o suficiente para fazer uma grande temporada - resumiu.

- Nenhum grupo está totalmente fechado. Estou contente e confiante com o que a gente tem. Mas se a gente puder qualificar o elenco, tiver a oportunidade de trazer um grande jogador, o São Paulo vai estar aberto - emendou.



Embora não tenha contratado reforços, o São Paulo tem algumas novidades no grupo deste ano: Shaylon e Brenner voltaram de empréstimo e serão observados, enquanto Danilo, Diego e Fabinho, todos vindos de Cotia, foram integrados à equipe principal e podem receber oportunidades. O goleiro Jean, os atacantes Raniel e Calazans e o volante Hudson já saíram. Walce e Antony, que estão no Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira ao lado de Igor Gomes, despertam interesse de outras equipes e podem sair.

- Eu não sou um cara de reclamar de elenco. O que a gente tem é suficiente, temos jogadores para repor se eventualmente a diretoria tiver que vender para honrar os compromissos. A gente está preparado para isso. Todo time grande hoje no Brasil sabe que a venda de jogador faz parte. O mais importante foi a gente ter uma grande manutenção do elenco, para que o jeito de jogar fique mais sedimentado - avaliou Diniz, que falou em brigar por Paulista, Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro.

- Em todas as competições que disputar, o São Paulo vai tentar ao máximo conseguir os títulos, começando pelo Paulista. Aqui não tem como pensar minimamente diferente. Temos elenco forte, estrutura, camisa, tradição, então temos que pensar em todos os títulos.

Jogadores que não foram reintegrados

Everton Felipe, Jonatan Gómez, Tréllez, Léo Natel e Araruna, que voltaram recentemente de empréstimo, não estão fazendo a pré-temporada com o elenco do São Paulo. O clube procura novos clubes para eles, e Diniz explica que não deseja trabalhar com um elenco muito inchado - são 29 jogadores que estão em Cotia, além de Rojas, que está em tratamento no CT, e dos três do Pré-Olímpico.

- São bons jogadores. Tudo pode acontecer (sobre ainda serem utilizados), mas isso a gente vai ver em um segundo momento. Eu não gosto de trabalhar com elenco muito inchado. Existe uma tendência de a gente machucar poucos jogadores, dou muito treino tático e um elenco muito grande dificulta que a gente dê atenção para todo mundo.

- Não tem número exato. Não gosto de elenco muito grande. Se a gente tem que acomodar jogadores que são do São Paulo e têm qualidade, vamos acomodando. Prefiro elencos mais enxutos, mas ao mesmo tempo teremos muitos jogos e de repente vamos ter que ter um pouquinho mais.

O São Paulo estreia na temporada no dia 22, contra o Água Santa, às 21h30, no Morumbi.














Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também