Dilma inaugura Estádio Nacional Mané Garrincha

Presidente deu o pontapé inicial no círculo central do gramado

EFE

Exibir foto

.

Brasília, 18 mai (EFE).- A presidente Dilma Rousseff inaugurou neste sábado, em Brasília, o Estádio Nacional Mané Garrincha, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014 e que vai sediar a abertura da Copa das Confederações no próximo dia 15 de junho.

Em cerimônia sem discursos, Dilma deu o pontapé inicial no círculo central do gramado, acompanhada pelo governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e três crianças. Depois, posou para fotos com um grupo de operários.

A primeira partida do estádio será disputada hoje - a final do campeonato estadual, entre Brasília e Brasiliense - para um público de 22 mil pessoas, entre eles os trabalhadores que participaram das obras, o que representa um terço da capacidade, para 71 mil espectadores.

Está previsto que antes da partida o hino nacional seja interpretado pela cantora Elza Soares, viúva de Garrincha, que dá nome ao estádio.

A nova arena foi construída no mesmo local do antigo estádio Mané Garrincha, que foi totalmente demolido, e custou R$ 1,015 bilhão, segundo o balanço mais recente do Ministério do Esporte.

Na Copa das Confederações, Brasília será sede apenas do jogo de abertura, entre Brasil e Japão, e na Copa vai receber sete partidas, entre elas a decisão do terceiro lugar.

Dilma vai inaugurar na segunda-feira o último dos seis estádios da Copa das Confederações, a Arena Pernambuco, em Recife. EFE

Lamentamos que você não tenha gostado deste comentário. Informe um motivo abaixo.

Tem certeza?
Classificação falhou. Tente novamente.
Falha na solicitação. Tente novamente.
Promoveremos comentários construtivos e espirituosos para aparecerem primeiro, todo mundo vai vê-los!
Lamentamos, mas não é possível carregar comentários no momento. Tente novamente.
    Os sites do Yahoo Esportes e do Esporte Interativo agora estão separados. Por favor, escolha qual deseja acessar: