Digão detona arbitragem em derrota do Fluminense: 'Foi vergonhoso'

Joel Silva
LANCE!
Digão afirmou que o VAR está prejudicando o Fluminense no Brasileiro (AFP)
Digão afirmou que o VAR está prejudicando o Fluminense no Brasileiro (AFP)


O Fluminense retornou ao Rio de Janeiro após disputar dois jogos fora de casa. Na bagagem, três pontos dos seis disputados, contra São Paulo e Internacional, adversários que brigam na parte de cima da tabela. Para o Tricolor, que luta contra o rebaixamento, qualquer ponto deixado para trás é preocupante. No entanto, na avaliação de Digão, capitão da equipe, o saldo é positivo, principalmente pelo desempenho do time em campo.

- Eu vejo como positivo. Duas partidas extremamente difíceis, mas a gente se comportou como time grande, de acordo com o peso da camisa. Conseguimos uma vitória sobre o São Paulo, no Morumbi, onde todos nos davam como derrotados. A gente provou totalmente ao contrário. Fomos lá e jogamos como gente grande. Contra o Internacional, jogamos mais uma vez muito bem. Na minha opinião, merecíamos ao menos um empate e o juiz se complicou muito.

A crítica de Digão ao árbitro se dá pelo segundo gol marcado por William Pottker. Na jogada, o zagueiro disputou a bola com Cuesta, defensor do Internacional, que tocou com o cotovelo na bola. Mesmo com o auxílio do VAR, o gol foi dado pela arbitragem, causando a bronca do capitão, que desabafou sobre o ocorrido.

- Todo mundo viu que foi um gol ilegal. Ele disse que bateu na minha mão, mas bateu na do Cuesta. Ele apitou falta. Foi no VAR e falaram ao contrário para ele. Na minha opinião foi vergonhoso. O Fluminense correndo, lutando, amassando o Internacional e o juiz dá esse gol que fizeram eles se fecharem na partida. Mas agora não dá para ficar lamentando, espero que o nosso presidente, os diretores, possam tomar a decisão cabível, contra o árbitro, o trio de arbitragem, porque... Chega de complicar a gente no campeonato, já perdemos muitos pontos por causa do VAR - disse Digão, que completou:

- Realmente, é uma questão muito vergonhosa. A gente não quer que venha a nosso favor, mas não precisa complicar. Já temos muitos problemas e ainda tem o VAR complicando a gente, é difícil. Mas quero parabenizar a equipe que jogou muito bem aqui no Beira-Rio, que é muito difícil.

TABELA
Confira a classificação do Campeonato Brasileiro



A cobrança de Digão surtiu efeito, e o presidente Mário Bittencourt foi até a CBF para reclamar da arbitragem. A informação foi divulgada inicialmente pelo site do "Globo Esporte" e confirmada pela reportagem do LANCE!. Não é a primeira vez que o Fluminense argumenta com a entidade sobre erros contra o time. No fim de julho, o mandatário tricolor entregou um vídeo com lances polêmicos que aconteceram nas derrotas para Vasco e São Paulo, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

No próximo sábado, o Fluminense enfrenta o Atlético-MG, no Maracanã. O confronto é importantíssimo por se tratar de um adversário direto na luta contra o rebaixamento. Portanto, na avaliação de Digão, a derrota para o Internacional, precisa ficar no passado e o foco tem que passar a ser mais essa "batalha".

- Não dá para ficar se lamentando. Próximo jogo será mais uma vez difícil, só que, dentro de casa, com o nosso torcedor, a gente espera conquistar os três pontos e tirar o Fluminense dessa situação, que vem incomodando bastante a gente. Faltam seis jogos, seis batalhas e a gente vai lutar até o final - comentou.
















Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também