Diferente de 2019, Bolsonaro nega convite da Conmebol para estar na abertura da Copa América

·1 minuto de leitura


O presidente da República Jair Bolsonaro declinou ao convite da Conmebol para que o político esteja presente na abertura da Copa América, neste domingo, na estreia da Seleção Brasileira contra a Venezuela, em Brasília. Amante do futebol, Bolsonaro avisou, por meio da Casa Civil, que está negando o convite. Em 2019, quando a Copa também foi no Brasil, o presidente esteve no estádio.

+ TABELA: Confira os resultado dos jogos desta semana na Copa do Brasil

+ Começou o Brasileirão! Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

As informações são do Uol. De acordo com o portal, como o presidente, atualmente sem partido, é conhecido por mudar de ideia em suas decisões, a cerimônia ainda pode contar com a presença de Bolsonaro às vésperas. Vale lembrar que o político é um dos grandes defensores da disputa dos jogos no país - algo que gerou polêmica entre torcedores e especialistas.

+ Arboleda em festa clandestina: veja atletas que aprontaram na quarentena

A decisão de Jair Bolsonaro em aceitar receber os confrontos no Brasil mesmo após a desistência de Colômbia e Argentina e o aumento de número de casos de Covid-19 no país foi, inclusive, garantida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Bolsonaro, em 2019, chegou a estar no campo ao lado dos jogadores e posar para fotos com a taça da Copa América na final vencida pela Seleção.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos