Diego Tardelli registra Boletim de Ocorrência e carro passará por perícia

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


O atacante Diego Tardelli compareceu nesta quarta-feira (15) ao 2º Distrito Policial de Santos para registrar a queixa sobre os os ataques sofridos após a eliminação do Santos para o Athletico-PR nas quartas de final da Copa do Brasil, na Vila Belmiro.

Em depoimento, o jogador afirmou que foi "fechado" pelos veículos e diversos indivíduos desceram dos automóveis e começaram a chutar e bater em seu carro. O caso está sendo investigado por meio de inquérito policial.

Segundo esclarecimentos da Secretaria da Segurança Pública do Estado de São Paulo, foi solicitada perícia ao veículo da atacante junto ao Instituto de Criminalística e o caso foi registrado como dano, constrangimento ilegal, ameaça, associação criminosa e promoção de tumulto.

O delegado de Polícia Osvaldo Nico Gonçalves, membro do Conselho Fiscal do Santos, conversou com o LANCE!/DIÁRIO DO PEIXE sobre as recentes ações da Polícia para investigação do caso.

“O caso foi registrado no 2º DP de Santos. Temos o inquérito policial instaurado, o Doutor Barazal está cuidando. Estamos atrás de câmeras para identificá-los”, comentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos