Com Diego Souza usando a 10 e não a 87, Sport estreia na Sul-Americana

Embalado após a grande classificação para as semifinais da Copa do Nordeste, com brilho de Diego Souza e vitória nos pênaltis, o Sport entra em campo nesta quinta-feira para estrear na Copa Sul-Americana: frente ao Danubio, do Uruguai, o Leão joga a primeira partida na competição em seus domínios, na Ilha do Retiro, às 19h15 (de Brasília).

Para disputar o torneio sul-americano, o Sport teve de fazer uma curiosa adaptação: conforme o regulamento da Conmebol, que só permite a inscrição de atletas até a camisa 30, a numeração de 11 jogadores do elenco foi alterada. Dentre eles, destaca-se o craque e principal nome da equipe pernambucana, Diego Souza. O embaixador do polêmico título do Brasileiro de 1987, dono da camisa 87, jogará com a camisa 10.

Em alta, e com força máxima, o Sport pretende manter o espírito do jogo contra o Campinense para sair vitorioso no primeiro confronto do mata-mata: “Foi assim que chegamos à semifinal da Copa do Nordeste e temos que manter esta garra. Vamos com tudo agora”, afirmou o novo camisa 10, ainda que temporariamente, em nota oficial publicada pelo clube.

Outro fator que pode ser vantajoso aos donos da casa é o momento que vive o adversário desta quinta. Em 13º no Campeonato Uruguaio – a competição conta com 16 participantes –, o Danubio venceu apenas uma partida em 2017, justamente contra o lanterna do torneio nacional, o Juventud, jogando em casa, e flerta com a zona do rebaixamento.

Ainda nesta quinta, mais dois confrontos movimenta a Copa Sul-Americana. No mesmo horário de Sport e Danubio, 19h15, o Estudiantes Caracas, da Venezuela, recebe o Sol de América, do Paraguai. Mais tarde, às 21h45, o Oriente Petrolero, da Bolívia, enfrenta o Deportivo Cuenca, do Equador.